Fechar
Sábado, 05 de dezembro de 2020
Sábado, 05 de dezembro de 2020
Eleições 23/10/2020

Mabel Canto diz que terá atenção especial com a assistência social

Ponta Grossa tem mais de 7,7 mil famílias em condições de extrema pobreza, que vivem com renda per capta mensal de até R$ 89

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Mabel Canto diz que terá atenção especial com a assistência social

Com mais de 7,7 mil famílias em condições de extrema pobreza em Ponta Grossa, o setor de assistência social terá atenção especial da candidata Mabel Canto (PSC) com políticas voltadas às pessoas em situação de maior vulnerabilidade, com destaque à população de rua. Os dados são do Segundo Plano Municipal de Educação Permanente do Sistema Único de Assistência Social e revelam que essas famílias têm renda per capta familiar mensal de até R$ 89.

“É certo que, infelizmente, com a crise econômica causada pela pandemia da Covid-19, o número de famílias extremamente pobres deve aumentar. Esta população vulnerável vive em condições quase subumanas, em casas improvisadas ou mesmo nas ruas do município. Esses cidadãos merecem a atenção prioritária das autoridades. E não somente do governo federal, por meio de auxílios financeiros, sendo que muitas vezes nem chegam até essa população pela falta de conhecimento e apoio até mesmo para ter acesso aos benefícios”, analisa Mabel Canto.

Quanto à população em situação de rua, o objetivo é aprimorar os trabalhos para permitir o acesso à renda desta população, que não consegue nem mesmo a inserção no mercado informal de trabalho. Assim, será prestado o apoio para reabilitação de dependentes químicos, enfermos e dado o suporte para aqueles que vivem à margem da sociedade.

“Ponta Grossa conta com apenas um Centro de Referência Especializado (Centro POP). Em nossa gestão vamos destinar maiores recursos para esse Centro e estudar a implantação de um segundo centro de referência, de acordo com a demanda e a possibilidade financeira do município, sempre contanto com o apoio do Governo Estadual, Federal,  instituições religiosas e filantrópicas, e de toda a sociedade civil organizada”, explica a candidata ao destacar o importante papel desenvolvido pela Fundação de Assistência Social de Ponta Grossa. (Com assessoria)