Fechar
Sábado, 05 de dezembro de 2020
Sábado, 05 de dezembro de 2020
Eleições 15/10/2020

Associação dos Engenheiros e Arquitetos elabora documento com propostas aos candidatos à Prefeitura

O material, que será entregue nos próximos dias, está sendo produzido a partir de indicações dos integrantes da AEAPG e levará em consideração diferentes eixos de ação para o Município

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Associação dos Engenheiros e Arquitetos elabora documento com propostas aos candidatos à Prefeitura

A Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ponta Grossa (AEAPG), iniciou, nesta semana, a elaboração de um documento com propostas aos candidatos à Prefeitura de Ponta Grossa. O material, que será entregue nos próximos dias, está sendo produzido a partir de indicações dos integrantes da AEAPG e levará em consideração diferentes eixos de ação para o Município. 

De acordo com o engenheiro Roberto Pellissari, presidente da AEAPG,a intenção é apresentar pontos considerados estratégicos para a cidade de forma que os candidatos possam discutir e implementar medidas futuras com base no amparo técnico da instituição.

“Tradicionalmente, a AEAPG realiza reuniões com os candidatos como forma de contribuirmos no processo eleitoral. Porém, neste ano, decidimos alterar o protocolo em razão da pandemia do Coronavírus e vimos na elaboração de um documento com propostas uma alternativa viável para que pudéssemos trazer pontos considerados importantes pelos associados para os próximos quatro anos da cidade”, declara Pellissari. 

Segundo o vice-presidente da AEAPG, Celso Sant`Anna, a expectativa é de que o material contribua para a definição de estratégias específicas, assim como para o vislumbre de possibilidades de mudanças positivas na área urbana de Ponta Grossa.

“Nossos associados circulam diariamente realizando obras pela cidade e conseguem, a partir disso, identificar o potencial e as limitações nos mais diversos bairros. Isso, aliado à qualidade técnica, faz com que eles estejam aptos a apresentarem propostas em consonância com a realidade do Município, bem como soluções práticas e eficientes e que podem, sem sombra de dúvida, serem aplicadas pelo poder público”, aponta Sant`Anna. (Com assessoria)