Fechar
Sábado, 31 de outubro de 2020
Sábado, 31 de outubro de 2020
Política Eleições 18/09/2020

Após 'racha', chapa a vereador do PSL fica esvaziada; Dr. Zeca e Rudolf terão dificuldades

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Após 'racha', chapa a vereador do PSL fica esvaziada; Dr. Zeca e Rudolf terão dificuldades

O impasse dentro do Partido Social Liberal (PSL) de Ponta Grossa teve mais um episódio na noite de quinta-feira (17). Ao todo, 17 candidatos que compunham a chapa com 26 candidatos, desistiram de fazer campanha, em protesto à decisão dos dirigentes da legenda em não apoiar a candidatura da professora Elizabeth Schmidt (PSD) para prefeita, optando por uma coligação com o candidato Marcio Pauliki (SD).

Na tarde de quinta-feira, o grupo de candidatos em questão tinha dado um período até à noite para que a decisão fosse revista. Como isso não aconteceu, a decisão foi por esvaziar a chapa. Com isso, os vereadores Dr. Zeca Raad, presidente do partido, e Rudolf Polaco, vice-presidente, terão dificuldades para se reelegerem. Eles buscam que outros filiados do partido substituam os desistentes, mas como a composição do PSL tem em sua maior parte lideranças ligadas ao prefeito Marcelo Rangel (PSDB), não será uma tarefa fácil.

Há uma possibilidade de somente Dr. Zeca e Rudolf serem candidatos pelo partido, e para isso vão precisar que uma mulher também saia candidata, para respeitar a proporção estabelecida pela Justiça Eleitoral. Assim, precisarão atingir perto de 10 mil votos para eleger o mais votado. A eleição de uma segunda cadeira fica mais distante.

Informações de pessoas próximas ao prefeito Marcelo Rangel, que foi quem confiou o PSL a Dr. Zeca (seu ex-vice-prefeito) e Rudolf (líder da base governista na Câmara), dão conta de que o alcaide considera a traição dos antigos aliados como a pior ao longo da sua vida pública. Mais pelo vereador Rudolf, que foi chefe da Agência do Trabalhador na administração Rangel antes de lançar candidatura em 2016, quando recebeu, inclusive, os votos declarados de Rangel e dos seus pais, Nilson e Maria Luiza de Oliveira. Agora, os três devem fazer campanha contra a reeleição do vereador.

O prefeito tem ainda mais uma decepção nesse caso envolvendo o PSL, na pessoa do advogado Alexandre Bührer, que também integra a direção local. Dr. Zeca, Rudolf e Alexandre deram a maioria, de um total de quatro votos, para que o apoio não fosse para Elizabeth. O advogado é compadre de Rangel, sendo presença frequente na residência do prefeito. Mais que a traição política, Rangel teria lamentado a perda de dois amigos.

A foto é da reunião de ontem (17) dos candidatos do PSL que desistiram de fazer campanha