Fechar
Sábado, 31 de outubro de 2020
Sábado, 31 de outubro de 2020
Destaques 17/09/2020

Decisão sobre a majoritária pode provocar 'racha' na chapa a vereador do PSL

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Decisão sobre a majoritária pode provocar 'racha' na chapa a vereador do PSL

A decisão da direção do Partido Social Liberal (PSL) de Ponta Grossa provocou um 'racha' na chapa que disputará as vagas do Legislativo. Um grupo de candidatos não concordou com a aliança em apoio ao candidato Marcio Pauliki (SD) e ameaça deixar o partido caso tal decisão seja mantida até. Eles pedem que a aliança seja revista e feita com a candidata Elizabeth Schmidt (PSD). Os partidos têm até o final desta quinta-feira (17) para registrar a ata das convenções.

Segundo apurou o Blog, uma reunião com cerca de 15 candidatos descontentes com a situação deve acontecer na noite desta quinta para tratar do assunto. Ontem (16), na convenção do PSD, parte desses candidatos compareceram para apoiar Elizabeth. Nesta quinta, o prefeito Marcelo Rangel (PSDB) publicou uma foto (acima) dos candidatos do PSL com a atual vice-prefeita.

A decisão sobre o apoio a Pauliki foi tomada por 3 votos a 1, dentro da executiva provisória municipal. Votaram desta forma os vereadores Dr. Zeca, presidente municipal, e Rudolf Polaco, e também o advogado Alexandre Bührer. Reinaldo Santos votou pela aliança com Elizabeth.

Procurado para comentar o caso, Dr. Zeca não foi encontrado e nem retornou as ligações. O advogado Alexandre Bührer informou que não tinha conhecimento da situação, que é normal que haja insatisfação com as tomadas de decisões dentro de um processo democrático, e que o trâmite em caso de desistência dos candidatos da chapa é a substituição por outros ou a apresentação da chapa com menos candidatos do que o permitido (20 homens e 9 mulheres).