Fechar
Quinta, 02 de fevereiro de 2023
Quinta, 02 de fevereiro de 2023
Cidades 20/01/2023

Perto de 80% da costa paranaense está própria para banho, aponta Boletim de Balneabilidade

Este é o quinto Boletim de Balneabilidade da temporada de verão 2022/2023. O documento, divulgado pelo IAT toda sexta-feira, alerta a população sobre os locais que podem causar problemas de saúde

Ouça a notícia Ouça a notícia – Tempo de leitura aprox. --
Perto de 80% da costa paranaense está própria para banho, aponta Boletim de Balneabilidade

Quase 80% da costa paranaense está própria para receber banhistas ou a prática de atividades esportivas nesta temporada de verão. É o que apontou o Boletim de Balneabilidade do Instituto Água e Terra (IAT) divulgado nesta sexta-feira (20). O órgão ambiental é vinculado à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável (Sedest).

De acordo com o relatório, dos 76 locais monitorados, entre Litoral e regiões Oeste e Norte, 59 receberam a bandeira azul, indicando a boa qualidade da água. Outros dez pontos, porém, são sempre considerados impróprios por serem foz dos rios da região litorânea, ou seja, locais que drenam as áreas urbanas.

Em relação ao boletim da semana passada, três áreas da Ilha do Mel, todas na Praia de Encantadas, passaram a ser consideradas impróprias, identificadas por bandeiras vermelhas. Já nas Costas Oeste (praias artificiais no reservatório de Itaipu) e Norte (Primeiro de Maio) todos os pontos estão aptos para banho.

Outros quatro locais seguem identificados como impróprios: no Rio Nhundiaquara, em Morretes/Antonina na altura do Lago Lamenha Lins e Porto de Cima, em Ponta da Pita; e no Rio Marumbi, próximo à ponte Estrada Anhaia.

Este é o quinto Boletim de Balneabilidade da temporada de verão 2022/2023. O documento, divulgado pelo IAT toda sexta-feira, alerta a população sobre os locais que podem causar problemas de saúde quando em contato com a água, pela transmissão de bactérias, vírus, como dermatite, diarreia, problemas respiratórios, entre outros. São locais onde a análise laboratorial identificou a presença da bactéria Escherichia coli, presente em fezes de animais e humanos. O monitoramento começou na semana do Natal e vai até o fim da temporada, no carnaval.

“Essa pesquisa é importante por tornar público as águas que carregam diversos vírus e bactérias prejudiciais à saúde. Pessoas com imunidade mais sensível, como idosos e crianças, podem perder todo o verão ao contrair doenças nesses pontos impróprios”, afirmou a bióloga do laboratório de microbiologia do IAT em Curitiba, Beatriz Silveira. Ela é uma das responsáveis por mapear a qualidade da água de todo o litoral do Estado.

Como saber

É possível acessar os Boletins de Balneabilidade no site www.iat.pr.gov.br no menu Monitoramento/Balneabilidade, ou ainda baixar o APP Balneabilidade Paraná, disponível para celular Android no Google Play. O serviço é ofertado há mais de 30 anos e realizado no período de maior fluxo de veranistas.

A análise das amostras de água é feita no laboratório do órgão ambiental, de acordo com a Resolução Conama nº 274/2000, e os resultados são divulgados semanalmente. Ao longo desta temporada do Verão Maior Paraná serão emitidos nove boletins, até o dia 17 de fevereiro de 2023, na semana do carnaval.

Verão Maior Paraná

O Verão Maior Paraná tem ações voltadas aos veranistas e comunidade local, com atividades esportivas e de lazer, aulas de ginástica, dança, caminhadas, recreação infantil, torneios e eventos esportivos, além de uma série de outras práticas relacionadas ao entretenimento. Acesse o site www.verao.pr.gov.br e confira a programação completa das atrações promovidas pelo Governo do Estado. As ações acontecem nos municípios do Litoral, além de Porto Rico e São Pedro do Paraná, no Noroeste do Paraná. (Com assessoria)