Fechar
Quinta, 08 de dezembro de 2022
Quinta, 08 de dezembro de 2022
Destaques 09/11/2022

PG supera média paranaense de agilidade para abertura de empresas

Cidade reduziu para 7 horas o tempo médio de abertura de empresa; no Paraná, são 14 horas

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
PG supera média paranaense de agilidade para abertura de empresas

Com o tempo médio de apenas 7 horas para a abertura de empresas, Ponta Grossa é destaque ao ter um dos melhores indicadores do Estado. O resultado obtido pelo município representa metade do tempo da média estadual. Como comparativo, o Paraná - mesmo com a redução no tempo para a abertura de empresas - registrou em outubro de 2022, uma média de 14 horas para a abertura de um empreendimento. A média nacional está em 1 dia e 13 horas. Os dados foram obtidos através da Redesim, do governo federal.

Para agilizar o processo, a Prefeitura apostou na inovação e modernização dos serviços. É a busca constante pela simplificação e desburocratização, um dos eixos preconizados pelo Vale dos Trilhos – o ecossistema de inovação de Ponta Grossa.

Um dos norteadores das ações é o Programa Descomplica, que tem como objetivo simplificar a emissão do alvará de atividade econômica para todas as modalidades e portes empresariais. Todo o processo de solicitação, trâmite e emissão do alvará é feito através de um sistema online. Além de, o município integra a Redesim, uma rede de sistemas informatizados que tem como objetivo permitir a padronização dos procedimentos, o aumento da transparência e a redução dos custos e dos prazos de abertura de empresas.

“Hoje, com todo o processo podendo ser feito via internet, a autorização de funcionamento de estabelecimentos acontece de maneira mais rápida e facilitada. Mais um grande avanço para a nossa cidade”, enfatiza a prefeita Elizabeth Schmidt.

Em poucos meses, Ponta Grossa deu um salto de qualidade no atendimento aos empresários, propiciando um melhor ambiente de negócios. Em janeiro, o tempo médio de abertura (contando os prazos para viabilidade e registro) somava um total de 2 dias e 7 horas. Agora, no mês de setembro, esse prazo caiu para apenas 7 horas. Esse índice, que leva em conta o tempo total de abertura de empresas, considera o tempo na etapa de viabilidade, de validação cadastral que os órgãos efetuam e de efetivação do registro e obtenção do CNPJ.

De acordo com a presidente da Agência de Inovação e Desenvolvimento, Tônia Mansani, “nosso município tem voltado os esforços para a política de simplificar e desburocratizar o processo de abertura de empresas. A redução no tempo de abertura reflete os esforços que temos empenhado para a concretização de resultados positivos para a cidade de Ponta Grossa. Vemos que um município é inteligente quando entrega valor a quem vive e quer investir nele, assim, estamos em busca da melhoria do ambiente de negócios, e, construindo uma cidade cada vez mais atrativa para os negócios e com soluções para a comunidade". (Com assessoria)