Fechar
Domingo, 14 de agosto de 2022
Domingo, 14 de agosto de 2022
Eleições 22/07/2022

Marcelo Rangel, ex-prefeito de PG e irmão de Sandro Alex, confirma pré-candidatura a estadual

Marcelo Rangel será candidato a deputado estadual pelo PSD nas Eleições 2022. Ex-prefeito quer representar os Campos Gerais na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep)

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Marcelo Rangel, ex-prefeito de PG e irmão de Sandro Alex, confirma pré-candidatura a estadual

Está confirmada a pré-candidatura a deputado estadual do ex-prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel (PSD). Com uma relação bem próxima com o governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), Rangel quer representar os municípios dos Campos Gerais na Assembleia Legislastiva do Paraná (Alep) a partir de 2023. Irmão do deputado federal e ex-secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex (PSD), Rangel visa trabalhar em conjunto com o irmão para intermediar a destinação de um maior volume de recursos públicos às prefeituras, viabilizando obras e projetos à população.

Rangel foi prefeito de Ponta Grossa por dois mandatos consecutivos, entre 2013 e 2020, e também ocupou recentemente a função de Superintendente de Inovação do Paraná, a convite do governador Ratinho Junior. Agora, o ex-prefeito trabalha para voltar a ocupar uma cadeira no Legislativo do Estado. Rangel já esteve no exercício do mandato de deputado estadual entre 2006 e 2012.

Com uma vasta experiência política e depois de deixar o mandato de prefeito com uma avaliação positiva em Ponta Grossa, Rangel tende a ser um dos eleitos na concorrida chapa do PSD. Para isso, tem percorrido dos municípios dos Campos Gerais para levar a sua pré-candidatura, que vai ser oficializada nos próximos dias na convenção do partido.

A dobradinha com o irmão Sandro Alex, que será candidato novamente a deputado federal, e a boa relação com o governador Ratinho Junior, devem fazer da candidatura de Rangel uma das mais viáveis eleitoralmente e com boas perspectivas de atuação durante o mandato na Alep, já que, atualmente, Ponta Grossa não conta com nenhum deputado estadual na base do governador Ratinho Junior, que lidera as intenções de voto para uma reeleição.