Fechar
Domingo, 14 de agosto de 2022
Domingo, 14 de agosto de 2022
Eleições 13/07/2022

Sandro Alex é cotado a estar novamente no 'top 5' dos mais votados no Paraná

Deputado federal ponta-grossense fez um amplo trabalho como secretário de Infraestrutura e Logística, com obras por todo o Estado, e deve colher os frutos com votação expressiva nestas Eleições

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Sandro Alex é cotado a estar novamente no 'top 5' dos mais votados no Paraná

O deputado federal Sandro Alex (PSD) caminha para estar novamente entre os cinco mais votados no Paraná para a Câmara Federal nas Eleições 2022. A estimativa parte de analistas políticos da capital do Estado, que têm mapeado as projeções de votação em todo o Paraná.

A tendência é de que o parlamentar ponta-grossense ultrapasse a marca dos 180 mil votos na busca por seu quarto mandato. Em 2018, Sandro Alex já foi o quinto mais votado, com 124 mil votos. Entretanto, pelo trabalho desempenhado enquanto secretário de Infraestrutura e Logística, com obras feitas por todo o Estado, a tendência é de que amplie de forma significativa sua votação.

Para se ter uma ideia, segundo esses especialistas na análise de pontencial eleitoral, baseados em pesquisas de opinião, no 'top 5' também podem estar nomes como o do ex-governador Beto Richa (PSDB) e do ex-procurador da República, Deltan Dallagnol (PODE).

Sandro Alex vem numa crescente de votos. Eleito em 2010 com mais de 95 mil votos, alcançou a reeleição em 2014 com quase 117 mil votos e depois chegou aos 124 mil votos. Agora, deve seguir com o crescimento em 2022.

O deputado tem uma ligação muito próxima com o governador Ratinho Junior (PSD), que caminha a passos largos para ser reeleito no primeiro turno, e tem a parceria de inúmeros prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e lideranças em boa parte dos 399 municípios paranaenses.

Em Ponta Grossa e nos Campos Gerais, o aumento da votação também é tida como certa, diante da conquista de grandes obras de infraestrutura que a população reivindicava há anos.