Fechar
Terça, 18 de janeiro de 2022
Terça, 18 de janeiro de 2022
Destaques 07/01/2022

Sandro Alex entrega licença ambiental para 1ª fase de construção da Maltaria em PG

Documento foi entregue à Agrária Agroindustrial pelo secretário estadual da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, durante a inauguração do Centro de Eventos da cooperativa, em Guarapuava

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Sandro Alex entrega licença ambiental para 1ª fase de construção da Maltaria em PG

O Governo do Estado entregou nesta sexta-feira (7) a licença ambiental de instalação para a primeira fase de construção da Maltaria Campos Gerais, durante a inauguração do Centro de Eventos da Cooperativa Agrária Agroindustrial, em Guarapuava, no Centro-Sul do Estado.

O documento foi entregue ao presidente da cooperativa, Jorge Karl, pelo secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, representando o governador Carlos Massa Ratinho Junior — que não pôde comparecer por conta do diagnóstico de Covid-19.

O empreendimento será construído em um terreno de 395 mil m², localizado no km 318 da PR-151, em Ponta Grossa, e o investimento estimado é de R$ 1,5 bilhão. “Quero entregar a licença de instalação para as novas estruturas que estão sendo montadas na Maltaria e agora a equipe do IAT entregará a futura licença em tempo recorde”, comemorou Sandro Alex.

A licença contempla uma série de requisitos exigidos para empreendimentos de grande porte, como plano de controle ambiental, outorga de lançamento e captação, entre outras exigências. “A elaboração da licença ambiental seguiu todos os ritos necessários e contempla a segurança técnica e jurídica para a instalação de empreendimentos de grande porte”, lembrou o diretor-presidente do Instituto Água e Terra (IAT), Everton Souza.

O documento é válido para a obra como um todo, já que, além da Agrária, o projeto de intercooperação reúne as cooperativas Bom Jesus (Lapa), Capal (Arapoti), Castrolanda (Castro), Coopagrícola (Ponta Grossa) e a Frísia (Carambeí). Na primeira etapa, a previsão é que a planta produza 240 toneladas de malte por ano, cerca de 15% do volume do consumo atual do País.

Etapas

A construção da maltaria será feita em duas etapas. A previsão é que a primeira fase seja concluída até 2028, e a segunda parte dos investimentos finalize em 2032. O empreendimento deve gerar cerca de 3 mil empregos diretos e indiretos, além de beneficiar aproximadamente 12 mil cooperados das seis entidades. As cooperativas envolvidas no projeto passaram a receber o acompanhamento dos técnicos da Invest Paraná para a concretização do investimento.

Centro de Eventos

A inauguração do Centro de Eventos da Cooperativa Agrária aconteceu durante as comemorações do aniversário de 70 anos do distrito de Entre Rios, em Guarapuava. O complexo de 12 mil m2 está localizado às margens da PR-540, no trecho que liga as colônias Jordãozinho e Vitória. O equipamento recebeu investimentos de R$ 50 milhões, custeados com recursos da Cooperativa Agrária e dos próprios cooperados.

“Fiz questão de estar presente na inauguração, prestigiando essa bela trajetória de 70 anos da Agrária, uma cooperativa que produz soja, milho, cevada, agregando valor ao que seus cooperados produzem. Aqui se faz agricultura de resultados”, ressaltou o secretário estadual da Agricultura e do Abastecimento, Norberto Ortigara. (Com assessoria)