Fechar
Terça, 30 de novembro de 2021
Terça, 30 de novembro de 2021
Política 13/07/2021

Ex-presidente da Prolar não comparece e pede para remarcar depoimento na CPI da Cidatec

Dino Athos Schrut foi convocado para prestar esclarecimento sobre o contrato da Prolar com a DF System, empresa responsável pelo sistema da Companhia e com suspeita de ligação com a Cidatec

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Ex-presidente da Prolar não comparece e pede para remarcar depoimento na CPI da Cidatec

O ex-presidente da Companhia de Habitação de Ponta Grossa (Prolar), Dino Athos Schrut, não compareceu para prestar depoimento à CPI da Cidatec na tarde desta terça-feira (13). A oitiva estava marcada para as 13 horas. Em ofício enviado ao presidente da comissão, vereador Izaías Salustiano (PSB), Dino alega que foi notificado para comparecer à Câmara somente ontem (12), e que seu advogado já tinha compromissos pré-agendados para hoje (13).

No documento, Dino afirma ainda que estará à disposição da CPI, mas pede que a notificação para prestar depoimento seja feita com antecedência.

Os membros da CPI querem ouvi-lo para esclarecimentos em relação ao contrato da Companhia com a DF System, empresa responsável pelo sistema de cadastramento de famílias interessadas em casas da Prolar. Essa empresa tem suspeita de ligação com a Cidatec, já que ambas estariam registradas no mesmo endereço.

Cautelar

Além disso, de acordo com Izaías, Dino alegou que tem uma medida cautelar do Judiciário que restringe a possibilidade de frequentar o mesmo ambiente do que o ex-diretor financeiro da Prolar, Deloir Scremin Junior. Deloir também seria ouvido nesta terça, mas não foi encontrado para receber a notificação. Dino e Deloir são alvo de investigação do Gaeco sob acusação de suspeita de desvio de dinheiro da Prolar.

"Vamos deliberar com os demais membros da CPI uma nova data para ouvir o senhor Dino Schrut, assim como o ex-diretor financeiro Deloir. Em paralelo, vamos solicitar ao Gaeco os depoimentos prestados por eles em processo que tramita no Judiciário", disse o presidente da CPI.

Oitiva

Ainda na tarde desta terça, está marcada a oitiva na CPI da ex-servidora da Câmara, Aline Andrade, que trabalhou no gabinete do vereador Ricardo Zampieri. O ex-parlamentar foi o presidente da antiga CPI que investigou o EstaR Digital em 2020, e Aline acompanhou os trabalhos daquela comissão. Conforme Izaías, ela deve elucidar questões relacionadas à elaboração dos relatórios finais dos trabalhos finalizados no ano passado.