Fechar
Segunda, 20 de maio de 2024
Segunda, 20 de maio de 2024
Política 13/05/2024

Câmara aprova Passe-Livre para vestibulandos em Ponta Grossa

Iniciativa foi aprovada em primeira discussão nesta segunda (13). Proposta prevê que vestibulandos e estudantes que farão o ENEM tenham gratuidade no transporte público no dia das provas

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Câmara aprova Passe-Livre para vestibulandos em Ponta Grossa

A Câmara Municipal de Ponta Grossa (CMPG) aprovou, nesta segunda-feira (13), o projeto de lei 513/2023 de autoria do vereador Geraldo Stocco (PV). A iniciativa prevê que estudantes que farão o exame vestibular da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) e o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) tenham Passe-Livre no transporte público da cidade. A medida será novamente avaliada na sessão da próxima quarta-feira (15).

Ao justificar a medida, Stocco destacou que outras cidades brasileiras já realizam ações do tipo em datas de provas do ENEM – este é o caso de Salvador e Campo Grande, por exemplo. “Aqui em Ponta Grossa o vestibular da UEPG e o ENEM são dias em que há uma grande circulação de pessoas. Muitos alunos e alunas carentes têm dificuldades de conseguirem arcar com o transporte e por isso acreditamos que essa medida é essencial”, contou Geraldo.

O autor do PL ainda lembrou que recentemente a UEPG isentou estudantes na inscrição do Vestibular para cursos de licenciatura. “Esse [PL de Passe-Livre para vestibulandos] é mais um passo para valorização da universidade pública e de democratização de acesso ao ensino superior. Acredito que este ação, uma medida simples, pode e vai impactar muito positivamente na presença de estudantes carentes no ENEM e no Vestiba”, defende Stocco.

A proposta de Geraldo ainda apresenta um exemplo de operacionalização dos(as) interessados(as) em usar o Passe Livre. Nesse caso, Stocco cita Campo Grande, cidade em que a Prefeitura organizou o mecanismo pedindo o envio de documentos como a cópia do comprovante de inscrição na prova, o CPF, o Cartão Transporte , um documento de identidade, além de um telefone e um e-mail para efetivação da gratuidade nos dias previstos.

Trâmite

Com a medida sendo votada na próxima quarta-feira (15) em segundo turno, caso seja aprovada, a iniciativa segue para a sanção da chefe do Poder Executivo que tem 15 dias para sancionar ou vetar o projeto. (Com assessoria)