Fechar
Segunda, 22 de abril de 2024
Segunda, 22 de abril de 2024
Cidades 24/05/2023

Investimento de R$ 131 milhões vai manter ferry boat durante obra da Ponte de Guaratuba

A Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL) promoveu nesta terça-feira (23) a sessão de disputa para contratação de nova empresa operadora da travessia do ferry boat de Guaratuba, no Litoral

Ouça a notícia Ouça a notícia – Tempo de leitura aprox. --
Investimento de R$ 131 milhões vai manter ferry boat durante obra da Ponte de Guaratuba

A Secretaria de Infraestrutura e Logística (SEIL), por meio do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), promoveu nesta terça-feira (23) a sessão de disputa para contratação de nova empresa operadora da travessia do ferry boat de Guaratuba, no Litoral.

Duas empresas participaram, com uma delas sendo declarada a arrematante, pelo valor negociado de R$ 131.800.000,00. Esta empresa, a Internacional Marítima, agora tem um prazo de três dias úteis para encaminhar ao DER/PR sua proposta de preço detalhada e os documentos exigidos em edital.

A comissão de contratação irá analisar o material e publicar uma decisão, declarando vencedora ou convocando a segunda colocada na sessão de disputa. Caso seja uma declaração de vencedor, terá início o período de três dias úteis para interposição de recurso quanto ao resultado.

O edital prevê serviços e aquisição de materiais para manutenção dos ferry boats, pontes e flutuantes de propriedade do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), disponibilização de até três conjuntos de balsa + rebocador (ou ferry boats, além dos três que já estão disponíveis) com capacidade de transporte simultâneo somada de 180 veículos de passeio, estrutura flutuante para manutenção, rebocador para apoio operacional, painel de mensagens variáveis em LED, guindaste móvel sobre pneus, fornecimento de combustível, contratação de toda a mão de obra necessária para a operação, serviços de mergulho e aquisição de demais materiais para serviços correlatos à travessia, entre outros.

Ele estabelece ainda como critérios uma capacidade mínima somada de 360 veículos de passeio simultaneamente, em até seis embarcações, ficando à disposição da empresa os ferry boats do DER/PR. Não poderão ser utilizadas embarcações com capacidade de lotação inferior a 60 veículos, visando garantir a operacionalidade da travessia e evitar formação de filas. O valor máximo da licitação é de R$ 132.198.011,44, calculado com base nos custos da prestação de serviços e fornecimentos de produtos.

De acordo com estudos técnicos e com base em dados históricos, o volume anual médio de tráfego da travessia da Baía de Guaratuba é de 1.359.990 veículos, incluindo pagantes e usuários isentos.

A arrematante atualmente já opera a travessia, porém por meio de contratação emergencial, que deve ser encerrada em agosto.

Ponte de Guaratuba

Ao mesmo tempo em que garante o deslocamento de moradores, turistas e usuários na baía, continuam em desenvolvimento os trabalhos na Ponte de Guaratuba. Atualmente estão sendo feitas sondagens subaquáticas, elaborados os relatórios de engenharia dos projetos e os relatórios ambientais visando a obtenção da próxima licença ambiental, a Licença de Instalação.

A ponte terá comprimento de 1.244 metros, com largura útil mínima de 22,60 metros. Estão previstas quatro faixas de tráfego de 3,6 metros cada, duas faixas de segurança de 60 centímetros cada, barreiras rígidas de concreto New Jersey de 40 centímetros, calçadas com ciclovia em ambos os lados, com 3 metros de largura, e 10 centímetros de guarda-corpo nas extremidades da ponte.

Também estão previstas intervenções nas vias de acesso à ponte. Na margem norte, a PR-412 será alargada para ambos os lados para facilitar o encaixe na ponte, com execução de muros de contenção para proporcionar o desnível necessário entre o pavimento existente e o tabuleiro. Também será implantado um retorno sob a ponte para ligação das vias locais e conexão da Estrada do Cabaraquara com Matinhos.

Na margem sul está prevista uma rótula alongada para ligação do bairro Caieiras, correção de nível da pista de rolamento e adequação de curva, além de implantação de uma alça de acesso à rua Nossa Senhora de Lourdes. Ao todo, entre ponte e vias de acesso, a extensão da obra chega a 3,07 quilômetros. (Com assessoria)