Fechar
Sábado, 15 de junho de 2024
Sábado, 15 de junho de 2024
Política 22/03/2023

Marcus Freitas, diretor da Portos do Paraná, apresenta balanço para a ACIPG

O diretor Jurídico detalhou a respeito dos números do Porto de Paranaguá, que chegou à marca recorde de movimentar quase 60 milhões em cargas no período de um ano

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Marcus Freitas, diretor da Portos do Paraná, apresenta balanço para a ACIPG

O diretor Jurídico do Porto de Paranaguá, Marcus Freitas, foi um dos convidados da Reunião da Diretoria da Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG), na última segunda-feira (20), na Casa do Empresário.

Em sua fala, diante dos diretores, da presidente Giorgia Bin Bochenek e de associados, Marcus apresentou um balanço das atividades do Porto em 2022, além de fazer uma exposição sobre as perspectivas para este ano. Freitas ainda expôs números a respeito de exportações e importações e da importância que o Porto de Paranaguá possui para a economia do País, incluindo para o setor produtivo de Ponta Grossa.

Marcus Freitas detalhou a respeito dos números do Porto de Paranaguá, que chegou à marca recorde de movimentar quase 60 milhões em cargas em um ano, como os portos funcionaram durante a pandemia, sem ter nenhum tipo de paralisação, além de explicar que o movimento não foi afetado pelos problemas recentes que atingiram as rodovias próximas ao litoral paranaense.

“Tivemos alguns recordes nos últimos anos, chegando próximo a 60 milhões de toneladas em cargas movimentadas em um porto que tem quatro quilômetros de cais. Hoje o Porto de Paranaguá é quatro vezes menor que o porto de Santos, no entanto é considerado o porto mais eficiente do Brasil”, afirmou Freitas.

Em 2022, explicou o diretor jurídico da Portos Paraná, o Porto de Paranaguá recebeu 22 mil caminhões vindos de Ponta Grossa, e cerca de 10 milhões de toneladas de soja foram movimentadas, por isso, reforçou Marcus Freitas, a importância de prestar contas ao setor produtivo.

“É muito importante que a sociedade civil organizada, formadores de opinião e grande interessados na atividade que o porto faz, tenham esta prestação de contas. Temos aqui na ACIPG agricultores, pessoas que produzem e é exportam pela Portos do Paraná. Então nada mais justo e razoável que conheçam o trajeto do que produzem”, disse.

A presidente da ACIPG, Giorgia Bin Bochenek, reforçou a importância de se saber mais sobre um dos principais portos do país e elemento fundamental para o setor produtivo de Ponta Grossa.

“É importante para que possamos conhecer um pouco mais sobre os portos, como funcionam, como trabalham, quão importante eles são para o nosso estado. Nossos empresários, agricultores e industriários precisam saber de toda essa atividade”, finalizou. (Com assessoria)