Fechar
Sábado, 01 de outubro de 2022
Sábado, 01 de outubro de 2022
Ponta Grossa 08/08/2022

Pequenos negócios movimentam R$ 1 bilhão anual na economia de Ponta Grossa

Microempreendedores individuais (MEIs), microempresas e empresas de pequeno porte representam quase 90% do total das empresas de Ponta Grossa

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Pequenos negócios movimentam R$ 1 bilhão anual na economia de Ponta Grossa

R$ 1 bilhão. Esse é o valor movimentado anualmente pelos microempreendedores individuais (MEIs), microempresas e empresas de pequeno porte de Ponta Grossa, segundo levantamento feito pela prefeitura. Estes segmentos representam quase 90% do total das 45.537 empresas existentes na cidade. “Os pequenos negócios são fundamentais para o nosso município, desempenhando um papel muito importante para a economia, geração de empregos e desenvolvimento”, destaca o prefeito em exercício, Daniel Milla Fraccaro.

Do total de empresas existentes no município, aproximadamente 28 mil são microempreendedores individuais – o que representa 61,35% do total de empresas no município. E, a formalização está em crescimento na cidade – proporcionalmente ao número de MEIs que já existiam, Ponta Grossa é o município paranaense que mais formalizou microempreendedores individuais nos últimos 12 meses.

“Fomentar crescimento para o pequeno empreendedor é dar uma chance de crescimento a quem está na mesma comunidade, fortalecendo a economia do lugar, melhorando a visibilidade e a possibilidade de conseguir investimentos de empresas maiores. As pequenas e médias empresas fazem o recurso circular na economia, gerando um ciclo virtuoso, além de empregos e renda localmente. Todas as partes ganham”, afirma a presidente da Agência de Inovação e Desenvolvimento, Tônia Mansani.

Tônia destaca sobre as voltas que o dinheiro dá e que movimentam a economia. “A pessoa recebe, compra na padaria, que compra no fornecedor de trigo, que usa o frete, que abastece no posto de combustíveis, e por aí vai. A estimativa é que o valor recebido circule pelo menos umas sete vezes no comércio local”, detalha.

De acordo com a Secretaria Municipal da Fazenda, 11.884 pequenas e micro empresas geraram serviços que movimentaram em 2021 um total de R$ 723 milhões, em Ponta Grossa, o que resultou em um recolhimento de Imposto sobre Serviços (ISS) na ordem de R$13 milhões destas empresas.

Considerando uma arrecadação de pouco mais de R$ 134 milhões de ISS, este segmento contribuiu com 9,7% do total. “Isto representa uma porcentagem considerável na composição do ISS pago para o Município. Devido a isso, não podemos deixar de considerar a importância destas empresas que têm um faturamento de até R$ 360 mil por ano”, avalia Cláudio Grokoviski, secretário da pasta.

Apoio aos pequenos negócios

Para contribuir com o desempenho das pequenas e médias empresas, a Prefeitura de Ponta Grossa tem investido em um amplo programa de modernização, inovação e desburocratização da gestão pública e que passa pelo fortalecimento dos MEIs, ação que é coordenada pela Agência de Inovação e Desenvolvimento, e que integra o Vale dos Trilhos, uma política municipal de fomento à inovação.

Entre as ações desenvolvidas está a adoção da lei da liberdade econômica pelo Município, e a Sala Digital, por meio do qual os interessados podem conferir tutoriais que explicam o passo a passo para a formalização do seu negócio.

Além disso, a Agência de Inovação e Desenvolvimento tem buscado vocacionar as empresas para a inovação, com a realização de diversos programas, como o Decola, Minha Empresa Legal, Voe – Aceleradora de Negócios, Impulso, que vão desde a formação de parceria com universidades, voltados a estudantes que pretendem empreender, passando por capacitações até a apresentação de soluções financeiras e linhas de créditos para impulsionar o empreendimento. (Com assessoria)