Fechar
Domingo, 14 de agosto de 2022
Domingo, 14 de agosto de 2022
Ponta Grossa 01/07/2022

Novo teto salarial para acesso ao Mercado da Família entra em vigor

Atualização na lei possibilita núcleos familiares com renda até 5 salários mínimos realizarem compras no Mercado da Família em Ponta Grossa

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Novo teto salarial para acesso ao Mercado da Família entra em vigor

Começou a valer, nesta semana, aumento no teto da renda familiar de 2,5 para 5 salários mínimos nas unidades do Mercado da Família. A medida faz parte do Programa Comida na Mesa que visa amenizar os impactos gerados pela pandemia na segurança alimentar das pessoas mais vulneráveis socialmente. Os munícipes cadastrados poderão comprar alimentos e utensílios de limpeza e higiene pagando em média 30% a menos que nos demais mercados.

De acordo com a prefeita Elizabeth Schmidt, a ação se justifica pelo aumento do custo de vida, frente à estagnação do salário mínimo e da remuneração da população de modo geral.

“O custo de vida está cada vez mais alto, o que reflete na alimentação das pessoas em vulnerabilidade social. Em virtude disso, foi necessário elevar o teto, considerando que mais pessoas passam por dificuldades financeiras e para se alimentar está bem mais caro, comparando com 2010, quando foi editada a lei que estabeleceu o teto em 2,5 salários mínimos. Desta forma, elevar o teto foi uma necessidade para muitas famílias”, disse a prefeita, que agradeceu a compreensão dos vereadores para que fosse garantida a celeridade na aprovação da atualização da lei, prezando o auxílio das famílias que precisam.

O secretário municipal, Bruno Costa, relata que atualmente, o Programa Mercado da Família possui 51.495 cadastros, mas cerca de 5 mil cadastros são ativos e efetuam compras nas unidades do Mercado da Família. Com a mudança na lei, a Prefeitura acredita que deve aumentar em 30% a quantidade de consumidores ativos no Mercado.

“Prevendo este incremento, o Departamento de Compras do Programa Mercado da Família já realizou o estudo e projeção nos atendimentos e as licitações para manterem os estoques já estão em trâmite”, disse Costa.

Outra medida do Programa Comida na Mesa, no Mercado da Família é o frete gratuito para as compras. Desta forma, as três unidades realizam a entrega sem custo para compras no valor mínimo de R$ 160. A Prefeitura fará a entrega em no máximo em um dia útil. “Esta medida, também importante, atende principalmente o público mais idoso que em muitos casos tem dificuldade de levar para casa suas compras”, finaliza Costa.

Serviço

Para participar do Mercado da Família é necessário ir a uma das três unidades e levar documentos de todos os integrantes da família, como RG, CPF, comprovante de residência e comprovante de renda ou declaração de trabalho autônomo autenticada.

As unidades do Mercado da Família localizam-se no Centro, Parque Nossa Senhora das Graças e Santa Paula. O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira das 9h às 18h.

Programa Comida na Mesa

As seis medidas do Programa Comida na Mesa, também contemplam mudanças no Feira Verde. Entre elas está a diminuição de 4 kg para 3 kg de alimentos de materiais recicláveis, por kg a se adquirir de alimentos hortifrútis.

Em outra medida, o beneficiado que entregava 80 quilos de material reciclável e levava 20 quilos de alimentos, poderá agora, entregar até 90 kg, para poder levar até 30 kg de alimentos. Além disso, a Prefeitura também assinou com pequenos produtores, mais de R$ 1,5 milhão para aquisição de alimentos destinados para o Feira Verde. (Com assessoria)