Fechar
Segunda, 27 de junho de 2022
Segunda, 27 de junho de 2022
Política 20/05/2022

Com investimento de R$ 21 milhões, Contorno Sul de Curitiba ganha novo sistema de iluminação

Trecho de 10,7 quilômetros, entre as intercessões com a BR-376 (Rodovia do Café) e a BR-116, vai ganhar iluminação em LED, além de dispositivos de segurança

Ouça a notícia Ouça a notícia – Tempo de leitura aprox. --
Com investimento de R$ 21 milhões, Contorno Sul de Curitiba ganha novo sistema de iluminação

Uma das mais movimentadas ligações rodoviárias do Paraná, o Contorno Sul de Curitiba ficará mais seguro para motoristas e pedestres. O trecho de 10,7 quilômetros, entre as intercessões com a BR-376 (Rodovia do Café) e a BR-116, vai ganhar um novo sistema de iluminação, todo em LED, além de dispositivos de segurança. A ordem de serviço para o início dos trabalhos foi assinada nesta quinta-feira (19) pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior durante cerimônia no Teatro da Vila, na Cidade Industrial de Curitiba.

Dentro do ciclo de investimentos no Paraná, Caterpillar amplia unidade e contrata 400 pessoas
Apesar da ligação estar sob jurisdição federal, a Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec), com autorização do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), é quem vai coordenar a modernização da via. O investimento do Governo do Estado é de R$ 21,6 milhões. Como o certame seguiu o Regime Diferenciado de Contratação – RDC, o projeto e a execução da obra foram contratados paralelamente, em uma única licitação, pelo menor preço oferecido, garantindo mais agilidade ao processo.

“Ficamos felizes em tirar algumas obras importantes do papel em Curitiba. A Capital é a locomotiva da Região Metropolitana. Se ela for bem, toda a região vai bem. Essa obra era um desejo da região há muito tempo”, destacou o governador.

“Aqui era uma região não tão povoada, mas era um corredor importante. Com o passar dos anos, o volume de carros e caminhões foi aumentando, então o Contorno precisava ser modernizado. Vamos transformá-lo em uma grande avenida, melhorando o trânsito, a segurança das pessoas que aqui vivem, porque é muito escuro. Vamos criar iluminação mas marginais”, complementou.

Segundo o prefeito Rafael Greca, o Contorno Sul é um eixo importante e investimentos na rodovia contribuirão para o futuro da região. “Ele tem que ser modernizado e o Governo do Estado tem a visão do urbanismo. Ao iluminar o Contorno Sul, abrimos um caminho de futuro para a Cidade Industrial de Curitiba e todas as cidades da região”, disse.

Ginásio do Tarumã reabrirá as portas com centro de treinamento olímpico e espaço poliesportivo
O secretário estadual do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas do Paraná, Augustinho Zucchi, ressaltou a importância do investimento e a melhoria na segurança da rodovia. “60 mil veículos passam por esse Contorno diariamente. É um investimento de grande importância para toda Curitiba e aqueles que usam o trecho. Um número altíssimo de acidentes serão evitados com essa instalação de luzes", afirmou.

PROJETO – A ação inclui a nova iluminação das pistas principais, vias marginais (apenas segmentos não providos de iluminação atualmente), interseções, ramos de acesso e dispositivos de transposição em desnível (viadutos, trincheiras e passarelas) e seu respectivo sistema de alimentação elétrica.

Serão instalados ainda os dispositivos de segurança rodoviária, incluindo barreiras de concreto, necessários para garantia de segurança dos usuários da rodovia. “O Contorno Sul é uma via de ligação importantíssima. Sabemos que essa região movimenta não só a Capital, mas a Região Metropolitana na questão renda e emprego. Estamos muito felizes em ter recursos para fazer essa obra na Cidade Industrial de Curitiba e ansiosos para que, até o final do ano, possamos ver o serviço acontecendo na região”, disse o diretor-presidente da Comec, Gilson Santos.

O governador destacou que o Estado busca também alternativas para ampliar a capacidade do Contorno Sul – cerca de 60 mil veículos usam o trecho diariamente, sendo que aproximadamente 30% são ônibus e caminhões. Entre as ações projetadas, disse ele, estão a construção de corredores ligando Mandirituba a São José dos Pinhais e Araucária à Fazenda Rio Grande.

“São projetos que vão contribuir para diminuir o número de carros no Contorno Sul, levando mais segurança e melhorando o trânsito de toda essa região. Estamos pensando lá na frente, preparando o Paraná do futuro, com todos esses investimentos em mobilidade em Curitiba e na Região Metropolitana”, declarou o governador.

Governador autoriza construção do novo terminal de ônibus de Piraquara
ACIDENTES – Considerada uma das principais rodovias da Região Metropolitana de Curitiba, principalmente na conexão entre São Paulo, Santa Catarina e Litoral do Paraná, o Contorno Sul de Curitiba apresenta intenso tráfego de veículo leves e pesados. Em média, 60 mil veículos usam o trecho diariamente. No local são registrados cerca de 250 acidentes todos os anos.

Jaime João de Oliveira, que atua na Liderança do Bairro Novo Mundo, usou muito o Contorno Sul para trabalhar e viajar. “Sou de Cruzeiro do Oeste, uso a rodovia para ir para praia e para o Interior. O trajeto é muito escuro, no horário de pico tem muito movimento, cruza bastante pedestre, tem muitos ciclistas e motoqueiros. A iluminação vai evitar boa parte dos acidentes”, ressaltou.

Para a presidente do projeto Criança Feliz, Eryka Maria, que passa pelo local diariamente, o caminho do trabalho que costuma ser complicado por conta da falta de luz vai ganhar mais segurança. “Tem muito vandalismo, usuários de drogas, então a iluminação vai melhorar bastante”, disse.

De acordo com levantamento mais recente da Prefeitura de Curitiba, 16 pessoas perderam a vida no Contorno Sul em 2020, três a mais do que em 2019 – foi a rodovia da cidade com o maior número de mortes em decorrência de acidentes de trânsito no ano passado. O número é o dobro das ocorrências registradas no Contorno Leste, a segunda mais perigosa.

Obra do novo Trevo Cataratas de Cascavel chega a 80% de conclusão
O mapeamento revelou ainda que os acidentes estão concentrados entre 18h e 22h (36,5% do total). “Por isso a necessidade desta iluminação nova. Queremos garantir a segurança dos indivíduos”, ressaltou Ratinho Junior.

Já o relatório do Batalhão da Polícia de Trânsito do Paraná (BPTran) revelou que em 2021 a região da Avenida Juscelino Kubitschek de Oliveira, paralela à via principal do Contorno Sul, registrou 421 ocorrências, ficando atrás apenas da Avenida Comendador Franco, com 490. Foram 43 acidentes apenas no cruzamento Rua Eduardo Sprada com a Avenida Juscelino Kubitschek, na CIC.

Segundo a Associação das Empresa da Cidade Industrial de Curitiba (Aecic), a região do Contorno Sul abriga 16 mil empresas, 80 mil funcionários e tem uma população fixa estimada em 220 mil habitantes.