Fechar
Domingo, 26 de junho de 2022
Domingo, 26 de junho de 2022
Cidades 17/05/2022

Duplicação da PR-323 chega a 80% de execução

Duplicação vai do km 174,2 até o km 180,5, no trecho que leva em um sentido a Cascavel e, no outro, para Maringá. Parte já foi liberada para o tráfego. O viaduto, que fica na entrada de Doutor Camargo, está 96% concluído

Ouça a notícia Ouça a notícia – Tempo de leitura aprox. --
Duplicação da PR-323 chega a 80% de execução

A obra de duplicação da PR-323 em Doutor Camargo, no Noroeste do Estado, está em fase final. Conforme o Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), a implantação de pistas duplas em 6,3 quilômetros chegou a 80% e o viaduto que integra o trecho está 96% concluído.

O investimento é de R$ 38,3 milhões. A duplicação está incluída no Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná, uma parceria do Governo do Estado com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

A duplicação em Doutor Camargo é uma das quatro frentes de trabalho do DER/PR na rodovia, em um investimento total de mais de R$ 250 milhões. As demais obras são a duplicação do trecho entre Paiçandu e Doutor Camargo, com os serviços concentrados no distrito de Água Boa; o trecho entre Umuarama e o entroncamento com a PR-468, incluindo um novo viaduto no antigo Trevo Gauchão; e os 22,18 km de terceiras faixas em segmentos considerados críticos entre Iporã e Doutor Camargo. Todas estão em andamento.

Em Doutor Camargo, a obra inicia na entrada do município, onde fica o viaduto, e segue na direção do Rio Ivaí. O viaduto é do tipo diamante, com uma entrada e uma saída à direita da pista central, em ambos os sentidos da rodovia.

Para isso, haverá vias marginais nos dois lados da PR-323, com pista de rolamento de 4,50 metros em sentido único, espaço para estacionamentos com 2,50 metros de largura e passeios para os pedestres. Para a conclusão do viaduto serão finalizadas a drenagem, pavimentação, contenções e, por último, a sinalização e dispositivos de segurança.

Na segunda fase de construção, Contorno de Wenceslau Braz vai acabar com transtorno na cidade
A duplicação vai do km 174,2 até o km 180,5, no trecho que leva em um sentido a Cascavel (Oeste) e, no outro, a Maringá (Noroeste).

Do km 176,9 até o km 180,5 a duplicação já foi liberada para o tráfego. Agora as obras estão sendo concluídas do km 176,9 ao km 174,2. Neste trecho, a nova pista terá largura de 7,20 metros, sendo duas faixas de rolamento de 3,60 metros, além de acostamentos externos e faixa de segurança interna. Ela será separada da pista antiga por canteiro central.

Estão previstas melhorias na pista existente por meio do programa Conservação e Recuperação com Melhorias do Estado do Pavimento (Cremep) do DER/PR.

Benefícios

A PR-323 é a principal ligação do Noroeste do Paraná com o Mato Grosso do Sul e países do Mercosul e passa por várias cidades do Estado. A rodovia suporta toda movimentação proveniente do polo têxtil de Maringá e Cianorte e o escoamento da safra de importantes regiões produtoras paranaenses. As melhorias atendem, ainda, a demanda da população, que usa a PR-323 para acessar outros centros do Estado.

Entre as vantagens citadas por alguns dos moradores que acompanharam o andamento das obras estão a diminuição do tempo para se chegar a Cianorte ou a Maringá; a possibilidade de ultrapassar caminhões e veículos pesados com segurança; e, especialmente, preservar vidas de motoristas e pedestres que precisam circular diariamente por aquela estrada. Os benefícios ainda vão além, com a articulação para atrair novas empresas para a região. (Com assessoria)