Fechar
Sábado, 02 de julho de 2022
Sábado, 02 de julho de 2022
Cidades 11/04/2022

Trecho da praia de Matinhos será bloqueado para início da colocação dos tubos da dragagem

Ação é necessária para colocação dos tubos de aço que serão utilizados para a etapa de dragagem da areia, que proporcionará a engorda da faixa da areia

Ouça a notícia Ouça a notícia – Tempo de leitura aprox. --
Trecho da praia de Matinhos será bloqueado para início da colocação dos tubos da dragagem

Um trecho de aproximadamente 500 metros de extensão da praia do Balneário Flórida, em Matinhos, será interditado nesta terça-feira (12) para o começo da instalação de tubos de aço. O bloqueio é necessário para montar a tubulação que será utilizada para a dragagem da recuperação da Orla de Matinhos, no Litoral do Estado. A pista da Av. Beira-Mar nesse local também será bloqueada por prazo indeterminado. As obras são executadas pelo Consórcio Sambaqui, vencedor da licitação. A fiscalização é do Instituto Água e Terra (IAT).

Essa etapa é de continuação dos trabalhos preliminares da dragagem, que começaram com a chegada dos tubos na cidade. O início efetivo das obras, que iniciará com a engorda da praia, está previsto para o mês de junho, após a interligação dos tubos de 12 metros cada. Essa rede será utilizada para a bombear areia e água da draga até a praia, promovendo aumento da faixa de areia.

Até o final deste trabalho de soldagem dos tubos na areia, a interdição do local aumenta gradativamente até chegar a cerca de três quilômetros de extensão. Placas de sinalização serão colocadas pelo consórcio para informar a interdição da praia e orientar moradores e turistas que visitam o Litoral, principalmente durante os feriados e finais de semana.

O secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Everton Souza, destacou que a preparação para o início da dragagem segue o ritmo acelerado. “O objetivo do Governo do Estado é atender os municípios do Litoral nas suas demandas históricas de infraestrutura”, destacou.

De acordo com o diretor de Saneamento e Recursos Hídricos do IAT, José Luiz Scroccaro, é fundamental que a população fique atenta e respeite às sinalizações. “O trecho de interdição é importante para que o consórcio consiga trabalhar os tubos para serem enviados ao mar. O trabalho de soldagem é minucioso e os tubos não podem ser danificados, além de ser uma área do canteiro de obras, com máquinas pesadas trafegando para o transporte da tubulação e a execução da soldagem”, disse.

Dragagem

Esse processo de soldagem viabiliza a montagem do duto no qual os tubos serão conectados. Esse processo é chamado de Linha de Recalque. Quando pronto, esse duto será colocado dentro do mar. Na maré cheia, uma das extremidades da Linha de Recalque será içada por um rebocador e levada para o mar, enquanto a outra extremidade permanece na praia. Essa é uma das etapas mais sensíveis e que requer mais atenção.

Segundo Elvio Torres, gerente de projeto do Consórcio Sambaqui, a expectativa é que o início da dragagem aconteça já nos primeiros dias do mês de junho. “Até o início desse processo, os moradores e turistas vão se deparar com tubos na praia, ocupando a extensão de três quilômetros. Para os feriados que se aproximam, de Páscoa e Tiradentes, teremos aproximadamente dois quilômetros de interdição da areia, iniciando pelo Balneário Flórida”, explica. 

Quando encerrada, a Linha de Recalque será rebocada até o balneário Flamingo. E, por fim, para Caiobá – na altura do Sesc. O volume total de areia a ser colocado nos 6,3 km de praias de Matinhos será de 2,7 milhões de metros cúbicos – o equivalente a 210 mil caminhões –, promovendo o aumento da faixa de areia em até 100 metros (média). 

Obras

A obra de Revitalização da Orla de Matinhos será realizada em duas etapas, num valor total de R$ 500 milhões. A primeira etapa, com orçamento de R$ 314,9 milhões, prevê serviços de engorda da faixa de areia por meio de aterro hidráulico; estruturas marítimas semirrígidas; canais de macrodrenagem e redes de microdrenagem; e revitalização urbanística da orla marítima com o plantio de árvores nativas.

Também serão realizadas melhorias na pavimentação asfáltica e a recuperação de vias. O objetivo é minimizar os impactos gerados pela combinação do desequilíbrio de sedimentos, ocupações mal planejadas e ressacas no Litoral. Essa combinação vem destruindo e comprometendo boa parte da infraestrutura urbana, turística e de lazer no município de Matinhos. (Com assessoria)