Fechar
Terça, 18 de janeiro de 2022
Terça, 18 de janeiro de 2022
Cidades 10/01/2022

Pesquisa aponta aumento de quase 10% na inadimplência da região

Números levantados pela Coordenadoria das Associações Comerciais e Industriais do Centro do Paraná (CACICPAR) mostram que bancos compõem o maior número de dívidas

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Pesquisa aponta aumento de quase 10% na inadimplência da região

Dados levantados pela Federação das Associações Comerciais e Industriais do Paraná (FACIAP)/SPC Brasil mostram que a inadimplência nos municípios que abrangem a Coordenadoria das Associações Comerciais e Industriais do Centro do Paraná (CACICPAR) – que inclui Ponta Grossa e municípios dos Campos Gerais - cresceu 9,16% em dezembro de 2021, em relação a dezembro de 2020.

O dado ficou acima da média da região Sul (6,96%) e acima da média nacional (5,15%). Na passagem de novembro para dezembro, o número de devedores da região de CACICPAR cresceu 1,00%. Na região Sul, na mesma base de comparação, a variação foi de ‐0,24%. No Paraná, o número de inadimplentes, segundo dados da FACIAP/SPC Brasil, cresceu 10% em dezembro de 2021 em relação a dezembro de 2020.

A pesquisa ainda mostra que em dezembro de 2021, cada consumidor negativado da região de Ponta Grossa devia, em média, R$ 3.628,53 na soma de todas as dívidas. Os dados ainda mostram que 33,60% dos consumidores da região tinham dívidas de valor de até R$ 500, percentual que chega a 49,02% quando se fala de dívidas de até R$ 1 mil.

O valor médio da soma de todas as dívidas de cada consumidor no Estado é de R$ 3.876,80. A pesquisa ainda aponta que 31,87% dos consumidores do estado têm dívidas de até R$ 500 e 47,51% até R$ 1 mil.

O tempo médio de atraso dos devedores negativados residentes na região de CACICPAR é igual a 27,9 meses, sendo que 32,69% dos devedores possuem tempo de inadimplência de 1 a 3 anos. O setor com participação mais expressiva do número de dívidas em dezembro na região de foi “Bancos”, com 48,27% do total de dívidas. O número de devedores com participação mais expressiva residentes na região abrangida pela CACICPAR em dezembro foi o da faixa de 30 a 39 anos (25,20%).

O tempo médio de atraso dos devedores negativados do Paraná é de 26,9 meses. Entretanto, 32,88% dos devedores ficam inadimplentes por um período entre 1 a 3 anos.

A faixa etária mais expressiva entre os devedores no Estado do Paraná é entre 30 e 39 anos, registrando 25,09% dos inadimplentes. Quando dividido por gênero, 50,02% são homens e 49,98% mulheres.

Evolução dos números/setores

Em dezembro de 2021, o número de dívidas em atraso cresceu 13,07% em relação a dezembro de 2020. O dado ficou acima da média da região Sul (8,86%) e acima da média nacional (6,96%). Os setores com a ocorrência de inadimplência foram Bancos (49,38%), Comércio (19,86%), Comunicação (12,55%), Água e Luz (7,83%) e outros (10,38%). Os números e gráficos completos da CACICPAR estão disponíveis neste LINK. (Com assessoria)