Fechar
Terça, 18 de janeiro de 2022
Terça, 18 de janeiro de 2022
Últimas Notícias 09/12/2021

Governo do Paraná lança campanha para impulsionar a retomada do turismo

Ao todo, oito vídeos serão veiculados nos intervalos das programações dos canais abertos de televisão. Com isso, o Projeto de Retomada do Turismo atinge a 3ª e última etapa

Ouça a notícia Ouça a notícia – Tempo de leitura aprox. --
Governo do Paraná lança campanha para impulsionar a retomada do turismo

Incentivo para impulsionar a retomada do turismo no Estado, setor que teve sua economia afetada pela pandemia da Covid-19. É com este objetivo que a Paraná Turismo lança nesta quinta-feira (09) a campanha “Paraná para o Paranaense”. Ela faz parte do Projeto de Retomada do Turismo, elaborado pelo Governo do Estado em três etapas, desde 2020.

Ao todo, oito vídeos serão veiculados nos intervalos das programações dos canais abertos de televisão. Com isso, o Projeto de Retomada do Turismo atinge a 3ª e última etapa. Os vídeos mostram os atrativos paranaenses, suas belezas naturais e a infraestrutura para recepcionar turistas.

“O Paraná tem procurado trabalhar na formulação dos seus roteiros e produtos turísticos, porque o turista vai onde tem infraestrutura, produtos, e onde é bem atendido”, afirmou o secretário estadual do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes.

“O turismo era um setor que vinha apresentando um crescimento em torno de 10% ao ano e, por isso, foi um dos setores que mais sentiu os impactos financeiros negativos da pandemia”, afirmou o secretário.

Os vídeos foram produzidos pela Paraná Turismo, com apoio do Ministério do Turismo. O valor do Convênio com o governo federal soma R$ 500 mil, sendo R$ 12 mil de contrapartida estadual. Também foram criados materiais para veiculação em rádios, mapas e folders.

“A intenção é que os paranaenses sintam vontade de conhecer os atrativos turísticos do Estado”, destacou o diretor de Marketing e Inovação da Paraná Turismo, Irapuan Cortes.

Resultados

Os resultados esperados com a campanha são o reaquecimento da economia do setor; o fortalecimento e a ampliação da oferta de produtos turísticos paranaenses; maior visibilidade das 15 regiões turísticas para o próprio paranaense; e a geração de novas redes e produtos consolidados.

Vídeos

Os vídeos serão veiculados até o mês que vem nos canais abertos da televisão, visando o período de férias de muitos paranaenses. Serão 129 inserções com abordagem nas opções turísticas de destinos próximos aos mercados emissores e grandes polos, como Curitiba, Ponta Grossa, Londrina, Maringá, Umuarama, Campo Mourão, Toledo, Cascavel, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Pato Branco e Guarapuava.

A campanha também será mostrada nas rádios e mídias sociais, como Instagram, Facebook e YouTube. O conteúdo fala de roteiros turísticos em todas as modalidades, como turismo de natureza, religioso, rural, ecoaventura, cachoeiras, Litoral e praias artificiais, entre outros.

Copel vai investir R$ 2 bilhões em 2022, com 77% dos recursos para distribuição de energia
Segundo a turismóloga da Paraná Turismo, Priscila Cazarin Braga, esse material de divulgação faz parte do projeto de retomada do turismo, assinado no final do ano passado para incentivar a retomada do turismo em curtas distâncias.

“São vídeos localizados, então as TVs do interior do Estado passarão as opções do seu entorno, valorizando sua própria identidade e produtos locais e, principalmente, dando visibilidade às regiões turísticas do Estado”, disse.

Retomada

O Plano de Retomada do Turismo foi desenvolvido a partir de tendências mundiais, que indicavam como prioritárias as viagens de curta distância, em um raio de 200 km do polo emissor, com destaque para o turismo em áreas naturais, experiências autênticas e em grupos familiares.

Os trabalhos tiveram apoio de diversas instituições, com pesquisas de sondagens de impacto e a campanha “Não Cancele, Remarque”; adesão ao Selo do Turismo Responsável e Manuais de Conduta Segura (protocolos sanitários); e a campanha publicitária para o turismo estadual com foco no “Paraná para o Paranaense”. (Com assessoria)