Fechar
Sábado, 23 de outubro de 2021
Sábado, 23 de outubro de 2021
Política 08/10/2021

UEPG recebe terreno de R$ 2,5 mi da Prefeitura de Ponta Grossa

Terreno doado totaliza 50 mil metros quadrados, com valor de R$ 2.578.888,95. Com a doação, fica a cargo a UEPG a implantação, construção e operacionalização de um setor de inovação, ciência e tecnologia

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
UEPG recebe terreno de R$ 2,5 mi da Prefeitura de Ponta Grossa

Na tarde da última quarta-feira (6), a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) recebeu, oficialmente, um terreno doado pela Prefeitura Municipal de Ponta Grossa. O recebimento aconteceu após assinatura das escrituras, feita pelo reitor da UEPG, professor Miguel Sanches Neto, e a prefeita do município, Elizabeth Schmidt (PSD).

O terreno doado totaliza 50 mil metros quadrados, com valor de R$ 2.578.888,95. Com a doação, fica a cargo a UEPG a implantação, construção e operacionalização de um setor de inovação, ciência e tecnologia no local.

O terreno se localiza no Bairro Santa Mônica, a 844,66 metros da PR-151, sentido Ponta Grossa a Castro, anexo ao Parque Ecotecnológico Professor Sérgio Escorsim, região que abrigará polos e entidades voltadas à tecnologia. Além da UEPG, receberam terrenos a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e o Instituto Federal do Paraná (IFPR).

“Somos um polo universitário e isso qualifica nossa indústria, serviço, ações culturais, sociais e históricas da nossa cidade”, ressaltou Miguel Sanches Neto, durante reunião com prefeita e reitores das universidades.

Para o reitor, bons governos municipais ajudam no desenvolvimento das Instituições de Ensino Superior. “É uma nova página, de um ensino superior unido, que vai colocar em divisa de cerca três instituições extremamente importantes: a UEPG, pelo seu lastro histórico, e o Instituto e a UTFPR, pela vanguarda na área tecnológica e na área de formação técnica”, ressalta.

A prefeita Elizabeth Schmidt explica que a doação lança bases para o avanços na educação tecnológica. Segundo ela, a cidade está madura para fazer investimentos, pois possui excelência na formação de trabalhadores.

“É um salto qualitativo que a cidade merece viver nesse momento. Um dos maiores compromissos com o futuro realmente está aqui, é a educação, é a especialização da nossa mão de obra”.

“Ponta Grossa tem uma característica logística invejável”, afirma o deputado federal e secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex.

O secretário acrescenta que a industrialização da cidade fez com que Ponta Grossa seja considerada o HUB logístico do Paraná. “Nós temos esse posicionamento geográfico que acabou se transformando em um entroncamento incrível, e que é o que faz com que a cidade acabe atraindo investimentos”, explica. (Com assessoria)