Fechar
Sábado, 23 de outubro de 2021
Sábado, 23 de outubro de 2021
Ponta Grossa 08/10/2021

PG ultrapassa os 850 cartões do Vale-Gás trocados por recicláveis

A marca é registrada em pouco mais de 20 dias de funcionamento do benefício

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
PG ultrapassa os 850 cartões do Vale-Gás trocados por recicláveis

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA), em parceria com a Fundação de Assistência Social de Ponta Grossa (FASPG) já ultrapassou os 850 cartões do Vale-Gás, trocados por materiais recicláveis, pelo Programa Feira Verde. A marca é registrada em pouco mais de 20 dias de funcionamento do benefício.

Lucelia Schechtel Gomes, moradora da Vila Barauna, já utiliza do Programa Feira Verde há mais de 13 anos, trocando os recicláveis que arrecada com a ajuda de vizinhos, por hortifrutigranjeiros. Ela conta que recebe benefício do governo, como também que mora em casa alugada. Lucelia fez o cadastro pelo site da Prefeitura e comentou que o Vale-Gás chegou na hora certa, considerando que o custo de vida está muito mais alto, ultimamente.

“O Vale-Gás é a garantia de eu ter o gás de cozinha em casa. Com a renda e com as despesas que tenho, pagar mais de R$ 100,00 no botijão seria bem difícil”, conta Lucélia, que comenta que com o gás em casa, na semana que vem vai trocar mais recicláveis por verduras.

Moradora da Vila Santana, Maria de Lourdes Ferreira vive com a mãe de 94 anos e com mais dois irmãos. Beneficiada pelo Cadastro Único, trabalha com serviços gerais, mas no momento está desempregada. Maria conta que recebe a ajuda de irmãos e vizinhos para arrecadar os recicláveis, como também, que a iniciativa está fazendo muita diferença em sua vida.

“O Vale-Gás é essencial não apenas para mim, mas também para muitas famílias da cidade. Faz diferença em nosso orçamento saber que não teremos o gasto com o gás neste mês”, avalia. 

A prefeita Elizabeth Schmidt comenta que já são mais de 850 pessoas em situação de vulnerabilidade social que estão podendo se alimentar de maneira adequada. “Estamos com as 5.109 vagas para o Vale-Gás ocupadas e aos poucos as famílias irão realizar as trocas. A Prefeitura faz a sua parte, oportunizando este benefício em um momento em que o valor do gás de cozinha de 13 kg está mais de R$ 100,00. Motivo este que dificulta a aquisição para muitas pessoas, neste momento que as famílias ainda enfrentam os impactos da pandemia do novo coronavírus”, avalia Elizabeth.

O secretário de Agricultura, Bruno Costa, relata que estes dados são apenas do início da realização do Programa, considerando que muitos dos beneficiados não levaram os 30 kg de material reciclável de uma vez só.

“Para isso, a Secretaria registra os pontos dos usuários que levam os recicláveis aos pontos de troca. Para estas pessoas, a quantidade de quilos que restam para a retirada do cartão Gás de Cozinha, pode ser consultada no site da Prefeitura”, explica Costa.

O Vale-Gás tem como objetivo atender mais de 5 mil famílias em situação de vulnerabilidade social, garantindo a segurança alimentar destas pessoas. O Programa Feira Verde arrecada diariamente cerca de 15 mil quilos de recicláveis, por mês de execução, chega a coletar 300 mil quilos, que são retirados das comunidades e encaminhados para as associações de reciclagem da cidade. “Considerando estas 850 recargas de GLP, já arrecadamos um montante de 26 toneladas de recicláveis”, salienta o secretário.
 
O que dá para trocar pelo Vale-Gás?

O Vale-Gás funciona com regramento parecido com Feira Verde, sendo aceitos materiais recicláveis como metal, plástico, vidro, papel e o mesmo material trocado pelo Vale-Gás não poderá ser trocado por alimento. A diferença é que enquanto são necessários 4 kg de recicláveis para a troca por alimentos, para o Cartão Gás de Cozinha, são necessários 30 kg. Mais informações podem ser obtidas pelo site: https://www.pontagrossa.pr.gov.br/valegas/. (Com assessoria)