Fechar
Segunda, 08 de março de 2021
Segunda, 08 de março de 2021
TV Doc 04/02/2021

Saúde: Dr. Manjabosco explica processo de vacinação e medidas para contenção da pandemia em PG

Presidente da Fundação Municipal de Saúde conversou com o jornalista Eduardo Farias nesta quinta-feira (4). Ele afirma que medidas de contenção fizeram baixar o número de casos da Covid-19 em Ponta Grossa

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Saúde: Dr. Manjabosco explica processo de vacinação e medidas para contenção da pandemia em PG

Ponta Grossa caminha para finalizar a aplicação do primeiro lote recebido com as vacinas contra a Covid-19. Ao todo, pouco mais de 6,1 mil doses foram disponibilizadas ao Município, que aguarda uma nova leva para concluir a imunização dos grupos prioritários neste primeiro momento com a segunda dose.

As informações foram passadas pelo presidente da Fundação Municipal de Saúde, Dr. Rodrigo Manjabosco, em entrevista à TV Doc na tarde desta quarta-feira (4).

Até a quarta-feira (3), 5.291 pessoas haviam sido vacinadas, entre profissionais da saúde que tratam diretamente com pacientes que estão com o vírus e idosos que vivem em asilos, assim como seus cuidadores. Esses são os grupos prioritários, juntamente com povos indígenas.

A expectativa, segundo Manjabosco, é de que o governo federal adquira mais doses para encaminhar aos estados e municípios, dentro do plano nacional de imunização. A próxima etapa deve ser a vacinação dos idosos em geral.

Em relação às medidas de contenção da pandemia, o presidente da FMS afirma que o decreto proibindo aglomerações com mais de 25 pessoas, bem como estabelecendo o toque de recolher, renderam reflexos na prática. "A média móvel dos casos de Covid-19 teve queda após as medidas adotadas por meio do decreto", ressalta Manjabosco.

O presidente da FMS explica ainda sobre o funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento Central, a UPA Santana. Para o pleno funcionamento é necessário concluir o sistema de distribuição de gases medicinais, que precisa ter um certificado de funcionamento antes de começar a operar.

Assista a entrevista na íntegra: