Fechar
Sábado, 31 de outubro de 2020
Sábado, 31 de outubro de 2020
Política Eleições 25/09/2020

Mabel Canto propõe eliminar metade dos cargos em comissão

Ouça a notícia Tempo de leitura aprox. --
Mabel Canto propõe eliminar metade dos cargos em comissão

Promover o corte de 50% dos cargos em comissão no poder público municipal. Esta será uma das principais medidas de austeridade proposta pela deputada estadual, Mabel Canto (PSC), pré-candidata à Prefeitura de Ponta Grossa. No plano de governo da coligação “Ponta Grossa em Primeiro Lugar” também está destacada a criação de um Fundo de Reserva do Servidor Público Municipal para o pagamento do funcionalismo.

As medidas visam a diminuição da máquina pública por meio de reestruturação administrativa e a valorização do servidor. “A situação econômica do município exige uma firme medida de austeridade. Em nosso mandato como deputada estadual, fizemos a redução do uso da verba de ressarcimento em mais de 50%, usando também a metade da verba disponível para contratar assessores e de manutenção de gabinete. E na prefeitura, faremos uma gestão austera, com o corte de 50% dos cargos em comissão”, ressalta a pré-candidata que economizou R$ 1,6 milhões de seu salário como deputada e da verba de gabinete disponível para cada parlamentar.

Outra proposta apontada como prioridade no plano de governo será a criação de um Fundo de Reserva do Servidor Público Municipal (FRSPM). Ele servirá para destinar os valores da arrecadação municipal suficientes para garantir o pagamento do funcionalismo afastando quaisquer possibilidades de salários ou ausência de recurso para os pagamentos.

O fundo auxiliará ainda no planejamento de futuras ações municipais como proposta de Plano de Cargos e Salários. “Precisamos debater e ouvir o servidor. Precisamos prestigiar esses profissionais tão importantes para o funcionamento de nossa prefeitura”, enfatiza Mabel Canto.

O plano de governo prevê uma série de medidas que visam a austeridade, transparência e valorização da gestão pública com ênfase nos servidores. Assim, outro ponto que terá atenção especial será a qualificação e capacitação dos servidores, além da elaboração e envio à Câmara Municipal de plano de cargos e salários. “Essa é uma demanda histórica do funcionalismo”, finaliza a deputada. (Com assessoria)