Destaques

MP pede ‘lockdown’ em duas regiões do Paraná por 14 dias

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) entrou nesta segunda-feira (29) com uma ação na Justiça para que o Governo do Estado determine o chamado ‘lockdown’ nas regiões Leste e Oeste do Paraná, o que engloba 187 cidades, e para que os decretos estaduais que flexibilizam o isolamento social sejam derrubados. O motivo da ação da MP é o aumento de casos de coronavírus no Estado e a capacidade do sistema de saúde, que pode vir a não suportar o crescimento de infectados. A solicitação do MP é de que o ‘lockdown’ permanece por 14 dias.

A ação foi proposta em conjunto pelas Promotorias de Proteção à Saúde Pública de Curitiba, Londrina, Maringá e Cascavel. Ainda nesta segunda, a Justiça determinou um prazo de 72 horas para que o governo estadual se manifeste em relação ao pedido do MP.

Nesta terça-feira (30), o governador Carlos Massa Ratinho Junior (PSD) já agendou uma reunião com representantes do MP, do Tribunal de Contas do Estado e deputados estaduais para tratar de ações mais restritivas à circulação de pessoas e abertura do comércio no Paraná.

Ainda não é sabido se as novas restrições vão abranger somente as regiões Leste e Oeste do Estado, ou se vão valer para todo o Paraná.

Colunista crava implantação do ‘lockdown’

O colunista de política da RIC Mais, Marc Sousa, de Curitiba, publicou nesta segunda a informação de que o governo do Estado irá sim decretar o ‘lockdown’, e que deve começar a valer a partir de quarta-feira (01). Tal informação ainda não é concreta, mas é um indício de que o governador e sua equipe cogitam mesmo essa possibilidade como forma de deixar mais rígidas as medidas de controle do coronavírus no Paraná.  Veja a informação do colunista na íntegra.

Acesse também:

Covid-19: Governo informa que medidas serão tomadas, mas descarta lockdown em todo o PR

Foto: G1

Atualizada às 21h18 desta segunda-feira (29)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts