Política Ponta Grossa

Sai para vistas projeto que prevê rega de estradas rurais por empresas para diminuir poeira

O projeto de lei que obriga as empresas instaladas na área rural de Ponta Grossa a realizar a rega das estradas sem pavimentação, com o intuito de diminuir a incidência de poeira nas casas ao longo das vias, foi retirado para vistas na sessão desta quarta-feira (13) da Câmara, quando estava em segunda votação. O pedido de vistas por um período de cinco dias partiu do próprio autor, vereador Rogério Mioduski (Cidadania).

O objetivo do autor é apresentar uma emenda à proposta, determinando em que horários as empresas terão que regar as vias rurais. De acordo com a matéria, já aprovada em primeira discussão por 12 votos a 9, as empresas instaladas nas áreas rurais precisarão usar caminhão pipa para molhar as vias, com água de reservatório próprio, ou poderão utilizar água de propriedades rurais que possuam tanques ou açudes, diante da autorização do proprietário. Enquadra-se na lei as empresas que usarem as vias de forma constante, não esporadicamente.

Informações que circulavam nos corredores da Câmara nesta quarta-feira (13) dão conta de que outras emendas poderão ser apresentadas, com o intuito de “matar” o projeto, ou seja, de torná-lo inaplicável na prática. Outros parlamentares conversavam com colegas para que a iniciativa seja barrada em segunda votação, por acreditarem que desabona a imagem do Legislativo diante da população, já que a repercussão diante da opinião pública foi negativa, notadamente expressada via redes sociais.

Acesse e leia a matéria da discussão acerca do projeto durante a primeira votação, na última segunda-feira (11).

Foto: Kauter Prado\Câmara

Confira outros Posts