Destaques Política

Novas lideranças avançam na articulação para assumir comando do PSDB no Paraná

Jovens lideranças do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) do Paraná estão avançando nas conversas e aglutinação de apoio para assumir o comando da legenda no estado. Capitaneadas pelo prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, e pelo vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, tais lideranças têm se reunido sistematicamente, incluindo o deputado estadual reeleito Paulo Litro, o deputado estadual não reeleito, Evandro Junior, e os ex-candidatos à Assembleia, Hauly Filho, e Phelipe Mansur, que também foi candidato a prefeito de Foz do Iguaçu.
A ideia é dar uma total repaginada no PSDB paranaense, depois de resultados desanimadores nas eleições deste ano – ver matéria. O grupo de novas lideranças tem como referência nacional o governador eleito de São Paulo, João Doria, e o governador eleito do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, ex-prefeito de Pelotas.
João Doria se tornou a principal figura do partido no país e deve ficar com a presidência nacional. Caberá a ele, portanto, trabalhar para remodelar o ninho tucano Brasil a dentro. E é nessa toada que entra a articulação das novas lideranças paranaenses.
Rangel teria ressaltado a interlocutores que o partido precisa de “novos ares” e que o grupo novo que está sendo formado pretende trabalhar nesse sentido. O alcaide ponta-grossense entende que o PSDB continua sendo um grande partido, mas que necessita de uma reorganização, apresentando novas propostas com base naquelas defendidas nas eleições de João Doria e do presidente Jair Bolsonaro.
Pelo que se sabe, o grupo liderado por Rangel e Pimentel está realmente disposto a dar “vida nova” no ninho tucano paranaense, arregimentando lideranças em um projeto estadual, passando pela eleição de novos prefeitos em 2020. Para garantir maior espaço no PSDB, o novo grupo terá a missão de superar a influência do grupo antigo, representado por nomes como o ex-governador Beto Richa e o presidente da Assembleia Legislativa, Ademar Traiano.
A eleição para a presidência do PSDB estadual ocorre no primeiro semestre do ano que vem, depois da eleição nacional, em maio, e ao que tudo indica, Rangel e Eduardo Pimentel lançarão chapa para chegar ao comando da agremiação partidária.
Na foto: Paulo Litro, Evandro Junior, Marcelo Rangel, Eduardo Pimentel e Hauly Filho.

Confira outros Posts