Destaques Política Ponta Grossa

Mainardes acerta em deixar votação do número de cadeiras para depois das eleições

O presidente da Câmara de Ponta Grossa, Sebastião Mainardes Junior (DEM), decidiu, juntamente com os demais membros da Mesa Executiva da Casa, em deixar para depois das eleições de 07 de outubro a discussão do projeto de emenda à Lei Orgânica do Município que reduz o número de vereadores na Casa, de 23 para 19, a partir de 2021.

Existia uma pressão por parte de um grupo de parlamentares em ver a matéria colocada para votação antes do pleito. A justificativa é de que, se deixar para depois, o projeto não será aprovado. Entretanto, a situação tem como pano de fundo justamente as eleições. Isso porque nada menos do que seis vereadores estão na condição de candidatos, seja a estadual ou federal. E entre eles há quem defenda uma redução ainda mais ampla, de 23 para 15 cadeiras.

O receio do presidente da Câmara é de que o debate seja desvirtuado durante a campanha, tendo em vista que grande parte da população\eleitorado é a favor da redução, muito por conta do quadro político por qual passa o país. Assim, em menor ou maior escala, os vereadores\candidatos poderiam se valer do debate na tentativa de angariar mais votos. Situação que Mainardes prefere evitar, pois mesmo que seja apenas uma suposição, poderia muito facilmente se tornar realidade.

Mainardes está correto, já que a medida, se aprovada, valerá somente para 2021, e deverá estar aprovada para valer na eleição de 2020 até outubro de 2019, ou seja, tem muito tempo para fazer a votação até lá. Ver artigo anterior sobre o assunto.

Foto: Arquivo Doc

Confira outros Posts