Sem categoria

Inaugurada nova praça em PG construída com 90% de materiais reaproveitados

Na final da tarde desta quarta-feira (9) a Prefeitura Municipal inaugurou mais um espaço destinado ao lazer e esporte em Ponta Grossa. Localizada na Rua Visconde de Nacar, a praça foi nomeada como “Pôr do Sol” devido à vista, e tem o diferencial de ter sido construída com 90% de materiais reaproveitados de outros locais, conforme explica o secretário de Serviços Públicos, Márcio Ferreira.

“São árvores que caíram em lugares distintos através de desastres naturais, pneus retirados de arroios, ferragens que estavam no Parque de Obras, madeiras que sobraram de outros serviços. O que antes era um local utilizado como depósito de entulhos agora tornou-se um símbolo de sustentabilidade que estamos entregando para a população”, aponta Ferreira.

Entre a estrutura da praça estão mirante, parque infantil, academia ao ar livre, uma quadra de vôlei de areia, pergolados decorativos, quiosque de madeira, bancos, lixeiras feitas com pneus, pista de bicicross infantil de 200 metros, pista de caminhada com 300 metros e estacionamento. Outra inovação do local é a oferta de um “chimarródromo”, construído em madeira.

Economia

O diretor de obras da Secretaria de Serviços Públicos, Danilo Hideo, estima que cerca de R$ 250 mil foram economizados na construção do espaço. “Procuramos reutilizar todo o material possível. Todas as grades de proteção, por exemplo, são reaproveitadas – se fossemos comprar o custo seria de pelo menos R$ 40 mil. Cada lixeira teve a economia de cerca de R$ 250 por ser construída com pneus que recolhemos de descarte incorreto, e por aí vai”, conta Hideo.

Também participaram da execução das obras a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, com plantio de flores e árvores, a Agência de Fomento Econômico de Ponta Grossa (Afepon), com a instalação da iluminação, e a Autarquia Municipal de Trânsito e Transporte (AMTT), com a sinalização de trânsito.

Praça do Pôr do Sol

Inicialmente um local utilizado como depósito de entulhos, a nova praça teve sua construção no ano passado. Foram retirados do espaço mais de 30 caminhões de resíduos de construção civil e residencial e de poda das árvores. A estrutura foi pensada tendo como objetivo a sustentabilidade a inovação, resultando na reutilização de materiais e na construção do primeiro “chimarródromo” de Ponta Grossa.

Recentemente a praça foi vandalizada, tendo equipamentos quebrados e pichados, que foram reparados por equipes da Prefeitura Municipal. Foi instalada uma travessia elevada em frente ao espaço para garantir a segurança no tráfego de veículos e pedestres.

Para o prefeito Marcelo Rangel a oferta de mais uma opção de lazer e esporte é benéfica para a cidade. “Uma praça como essa é um exemplo de infraestrutura, e sabemos a importância que tem esses investimentos em espaços que serão utilizados pelas famílias ponta-grossenses – ainda mais quando o custo é baixo para os cofres públicos e usa as ideias inovadoras de várias pessoas para beneficiar a todos”, avalia Rangel. (Com assessoria)

Confira outros Posts