Política

Sandro Alex quer levar a ‘transparência sindical’ para todo o País

Sindicatos de todo País poderão ser obrigados a tornar públicas suas arrecadações e despesas. O deputado federal Sandro Alex (PR) apresentou, no mês passado, o Projeto de Lei (PL) 7709/17 , que tem o objetivo de deixar transparente as informações administrativas e orçamentárias de todas as entidades sindicais brasileiras. “Essas instituições movimentam um número elevadíssimo de recursos provenientes de arrecadação privada e de repasses públicos, sobre os quais não são obrigados a prestar contas, ou seja, não são fiscalizados”, justificou o parlamentar.

De acordo com o projeto, sindicatos deverão tornar públicas as seguintes informações: número total de funcionários; remuneração mensal de todos os funcionários; quantidade e características dos imóveis; valor total das despesas anuais e mensais; tudo que for arrecadado mensalmente e anualmente por contribuição dos associados sindicalizados e não sindicalizados; valor arrecadado dos convênios; número de ações propostas na Justiça em benefício de sindicalizados e o honorário dos advogados; e copias dos contratos firmados com empresas terceirizadas.

A ideia é que todas estas informações estejam disponibilizadas nos sites dos sindicatos na internet. “Essa é a minha contribuição. Essa Casa precisa discutir esse tema e dar á população amplo acesso à informação”, defendeu Sandro Alex.

Negócio

O parlamentar disse ainda que os sindicatos devem ter como papel primordial defender os interesses da classe que representa e não virar um negócio lucrativo para dirigentes enriquecerem.

“A Reforma Trabalhista iniciada pelo Poder Executivo em 2016, e ainda em tramitação no Congresso Nacional, coloca em discussão a facultatividade da contribuição sindical, que terá como consequência retirar os sindicatos da inércia, forçando-os a lutar pelos seus contribuintes e a convencê-los de que a instituição sindical é importante”.

De PG para o País

Sandro busca levar para os sindicatos de todo o País o que o prefeito Marcelo Rangel (PPS) tenta implantar para os sindicatos de Ponta Grossa que têm vínculos com a Prefeitura, através de um projeto de lei que já está em trâmite na Câmara Municipal e prega a chamada ‘transparência sindical’. (Fonte: Assessoria)

Confira outros Posts