Política

Obras da segunda barragem do Lago de Olarias estão na reta final

Lago de Olarias AvançoA Prefeitura de Ponta Grossa está próxima de finalizar a segunda barragem – ou vertedouro – do futuro Lago de Olarias, que está sendo construído pela Administração através da Agência Reguladora de Águas e Saneamento (Aras). Os trabalhos estão dentro do prazo estipulado no cronograma, contando com 80% desta fase já concluídos. Com a conclusão desta etapa, estimada em 30 dias pelo setor de Engenharia da Agência, será possível iniciar em breve nova fase de trabalhos.

Segundo o engenheiro responsável pela obra, Luís Eduardo Santos Striquer, os próximos passos envolvem a finalização do segundo vertedouro e o lançamento das licitações para as obras seguintes.

“As próximas fases consistem na construção do lago propriamente dito. Será feita a limpeza do fundo da área, com a retirada da vegetação e da camada superficial de terra. Também será aplicada uma nova camada de terra rica em alumínio e argila, impermeabilizando o fundo do futuro lago e que vai dar o efeito de espelho d’água”, relata o engenheiro.

Lago de Olarias Avanço 2Benefícios

Na avaliação do presidente da Aras, Márcio Ferreira, o avanço das obras está dentro do cronograma e já deve trazer benefícios para a população. “Além da estrutura do lago, as obras complementares da região também estão em andamento, como a pavimentação da Rua Aldo Vergani. Este ponto fará parte da Rota da Saúde e será uma nova e importante ligação entre Oficinas e Uvaranas, passando pelo futuro lago”, anota Ferreira.

Além do seu aspecto de lazer e do desenvolvimento que irá levar para a região, a construção do Lago de Olarias tem em sua concepção, o objetivo fundamental de conter cheias e de regular a vazão do arroio de Olarias. Com a crescente urbanização da cidade, o arroio é cada vez mais passível a mudanças repentinas de nível, devido ao grande volume de água recebido em períodos de chuva. Com a formação do lago, que terá 93 mil metros quadrados, toda a região será menos passível de cheias, garantindo menos riscos de ocorrência de enchentes.

Confira outros Posts