Política

“São alterações normais de reestruturação do Governo em ano eleitoral”, diz Rangel sobre exonerações

O prefeito Marcelo Rangel (PSDB) falou ao Blog sobre as mais de 30 exonerações de cargos comissionados dentro da estrutura da Prefeitura, publicadas em decretos no Diário Oficial desta quarta-feira (15). Segundo ele, não se trata de uma consequência direta da saída do Democratas da base governista. O prefeito afirma que “são alterações normais de reestruturação do Governo em ano eleitoral”.

Rangel enfatiza que as mudanças iniciaram em maior escala na Companhia Pontagrossense de Serviços pelo fato de o presidente, Eduardo Marques, ter passado a acumular também a função de secretário de Obras e Serviços Públicos, desde a saída do ex-titular da pasta, Márcio Ferreira. O prefeito frisa ainda que outras secretarias passarão pelo processo de reestruturação.

“Vamos fazer alterações administrativas importantes, pois tivemos mudanças na CPS. O presidente Eduardo Marques passou a ser secretário de Obras, além de presidente da CPS, o que implica em readequações”, explica Rangel.

O prefeito considera que a mudança de pessoas em funções estratégicas do Governo são normais, ainda mais em ano eleitoral. “Faz parte, principalmente agora, próximo da campanha. Muitos também pedem para se afastar. Além disso, questões partidárias e políticas são perfeitamente normal. Por isso estamos fazenda essa reestruturação administrativa”, argumenta.

Questionado se os cargos exonerados nesta quarta, e aqueles que ainda serão nos próximos dias, vão ser ocupados novamente, Rangel explicou que sim. “São cargos estruturais, da parte administrativa da Prefeitura. São diretorias importantes e vamos precisar repor pessoas nesses locais. Também faremos mudanças de pessoas entre secretarias, e assim vai até conseguirmos suprir toda a reestruturação”, finaliza Rangel.

Foto: Arquivo Doc

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts