Ponta Grossa

Obras de melhorias na Avenida Souza Naves também têm apoio da AEAPG

A Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ponta Grossa (AEAPG) emitiu uma nota no início da noite desta segunda-feira (06), assinada pelo presidente da instituição, engenheiro Rafael Mansani (foto) – membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Ponta Grossa -, em que se posiciona a favor das obras de revitalização e melhorias na Avenida Souza Naves, trecho urbano da BR-373.

As obras foram questionadas judicialmente por um grupo de empresários que têm seus negócios ao longo da avenida. Porém, a decisão judicial nesta segunda acabou sendo contrária ao pedido do grupo de comerciantes e as obras serão iniciadas em breve.

Assim como a AEAPG, a Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Ponta Grossa (ACIPG) também se posicionou a favor das obras.

Abaixo, a nota na íntegra da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ponta Grossa:

“A Diretoria da Associação do Engenheiros e Arquitetos de Ponta Grossa (AEAPG) vem a público manifestar total apoio aos projetos executados e às obras previstas para breve início na Avenida Souza Naves (trecho urbano da BR-373), em Ponta Grossa.

Há que se parabenizar os profissionais envolvidos na concepção das intervenções pela engenhosa solução de acomodar o tráfego urbano em vias marginais, separando-o do tráfego rodoviário (ou de passagem), eliminando perigosíssimos cruzamentos em nível em delicados pontos desta via, que infelizmente ostenta os mais elevados índices de acidentes com mortes no trecho em todo o País, de acordo com dados da Polícia Rodoviária Federal.

Sem requerer nenhuma desapropriação de imóveis particulares, o que afetaria negócios e empregos – independentemente de indenizações financeiras, as soluções propostas permitem enfim segregar o tráfego rodoviário, de maior velocidade de deslocamento e que não necessita de acesso aos lotes lindeiros da via, do tráfego urbano – este sim que requer acesso aos imóveis e cruzamento para um ou outro lado da Avenida Souza Naves, para chegar às inúmeras vilas que cresceram às margens desta importantíssima via.

Com efeito, é claro que durante o período de obras ocorrerão transtornos. Contudo, as melhorias vindouras seguramente compensarão os esforços. Os cidadãos de melhor idade com certeza lembram a temeridade que era o cruzamento do Posto Presidente (no início desta mesma Souza Naves), os transtornos da época das obras, e agilidade e a segurança do trevo ali existente há alguns anos. Será a mesma coisa com a “Nova Souza Naves”, com menos cruzamentos em nível e faixas específicas para o fluxo longo segregadas das vias laterais para acesso aos lotes lindeiros – o que inclusive auxiliará nos tempos de percurso do transporte coletivo urbano, e também dos serviços de socorro. Ainda, uma Avenida urbana mais segura tende a incentivar que os munícipes tenham tranquilidade em decidir por servir-se do comércio e serviços de toda a região acessada pela Avenida Souza Naves, pela maior segurança viária. O receio de que a criação das vias marginais poderá dificultar o acesso às empresas pode ser dirimido com competente sinalização e comunicação visual – sem contar o cada vez mais frequente uso de sistemas de navegação que orientam os motoristas.

Enfim, cabe mais uma vez parabenizar os profissionais envolvidos no projeto pelo desenvolvimento das soluções propostas, bem como as demais partes envolvidas na concretização destas importantes obras de mobilidade urbana que atenderão não apenas os ponta-grossenses, mas também trarão mais segurança para todos aqueles que viajam e passam pelo maior entroncamento rodoviário do Sul do Brasil, notadamente pelo delicado – e atualmente perigosíssimo – trecho urbano da BR-373, a nossa Avenida Souza Naves.”

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts