Destaques TV Doc

Impacto da pandemia nas finanças de PG deve chegar a R$ 96 milhões em 2020, diz secretário

A crise causada pelo Covid-19 afeta Ponta Grossa, com estimativa de saldo negativo de R$ 96 milhões em 2020. A informação é do secretário municipal da Fazenda, Claudio Grokoviski, que em entrevista ao Blog, relatou esta e outras consequências causadas pelo coronavírus na parte financeira da administração municipal.

Da onde vem o déficit? 

O valor estimado da queda neste ano é, principalmente, consequência dos gastos destinados à saúde por conta da pandemia e do não pagamento do Imposto Sobre Serviço de qualquer natureza (ISS) e Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). Grokoviski contabiliza que dos 155 mil cadastrados para pagamento, 76 mil não pagaram o IPTU.

Impacto da pandemia no município 

O secretário explica que o município fechou o  mês de abril com insuficiência de R$ 8 milhões, e que a previsão para o mês de maio  ficará em R$ 12 milhões, chegando a R$ 96 milhões até o final deste ano.

Verba do Governo Federal 

Grokoviski ressaltou que o Governo Federal vai disponibilizar recursos para auxiliar os municípios no combate ao coronavírus. Para Ponta Grossa, serão destinados R$ 40 milhões. O secretário explica que a União determina que R$ 5 milhões sejam aplicados na assistência social e saúde. O restante, R$ 35 milhões, o município pode administrar de maneira autônoma. O secretário adianta que o excedente da verba será aplicado para folha de pagamento na área da saúde, e despesas no combate à pandemia.

O secretário também comentou sobre a situação dos precatórios que devem ser pagos pela Prefeitura de Ponta Grossa, sobre o decreto de contingenciamento de despesas e opinou sobre o fechamento e reabertura escalonada do comércio da cidade.

Confira a entrevista na íntegra na TVDoc:

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts