Ponta Grossa

Hackathon Vida busca soluções para reduzir impacto da Covid-19

Estão abertas as inscrições para o Hackathon Vida, iniciativa promovida pela Prefeitura de Ponta Grossa, a comunidade de startup Campos Valley e Universidade Estadual de Ponta Grossa, com o objetivo de desenvolver projetos que auxiliem a sociedade, governos, e/ou os pequenos negócios a utilizar soluções digitais para minimizar os impactos causados pela Covid-19.

Toda a comunidade, sejam acadêmicos, pesquisadores, empreendedores, designers, professores, desenvolvedores, autodidatas e pessoas interessadas podem se reunir, mesmo que à distância, e de forma colaborativa, desenvolver ideias e projetos a partir da questão norteadora “como as novas tecnologias podem colaborar com a saúde, educação, gestão de negócios e/ou sociedade reduzindo os impactos da Covid-19”.

Fomento ao empreendedorismo

“O mundo pós Covid-19 será outro.  As relações, sejam elas pessoais, de consumo, trabalhistas não serão mais da mesma forma. É preciso propor alternativas/ soluções. A criatividade e a inovação aliada com as novas tecnologias farão toda a diferença nesse momento e para o futuro. São muitas áreas impactadas, delimitamos quatro e desta forma a maratona proporcionará as equipes escolher um ou mais problemas e buscar desenvolver  uma solução. O Hackathon foi desenhado para ser realizado à distância, e mesmo estando fisicamente longe, estaremos mentalmente próximos e focados para contribuir com a sociedade da busca de soluções”, detalha a coordenadora de fomento ao empreendedorismo e inovação, Tonia Mansani.

Informações sobre o funcionamento 

O Hackathon Vida acontecerá de 11 a 18 de maio 2020. As equipes participantes terão a chance de construir e desenvolver seus projetos, ter mentorias e apresentá-los a banca de especialistas, além de aumentarem seu network e construírem conhecimento sobre temas relacionados.

As soluções desenvolvidas no evento deverão ser disponibilizadas gratuitamente às pequenas empresas brasileiras interessadas ou instituições públicas por no mínimo 6 meses, tendo em vista a responsabilidade em relação ao empreendedorismo social.

“Os Hackatons possuem uma dinâmica que envolvem trabalho em equipe, oportunidade de conhecer novos colegas, networking, desenvolvimento criativo e a capacidade para tomada de decisões rápidas. O Hackaton “Vida” tem uma particularidade, pois os benefícios ultrapassam as maratonas criativas empresariais, é um evento que trará frutos para a sociedade com a inovação na resolução de problemas coletivos. A UEPG convida a comunidade a participar deste desafio”, destaca o pró-reitor de Pesquisa e Pós Graduação da UEPG, Giovani Marino Favero.

Áreas atendidas e Comissão 

Os projetos devem atender necessidades de uma ou mais áreas: 1. saúde, 2. educação, 3. negócios e/ou 4. sociedade com o uso de novas tecnologias para minimizar os impactos causados pela covid-19. A Comissão de Avaliação do Hackathon será composta por consultores/especialistas reconhecidos e qualificados pela sua qualificação em áreas correspondentes e de tecnologia no que se refere a ferramentas digitais, parceiros das instituições que compõem o ecossistema de inovação dos Campos Gerais e convidados da organizadora.

“A chegada inesperada da pandemia coloca todos em um cenário de extrema incerteza quanto ao futuro e as dificuldades a nível global. Um evento totalmente online nos dá uma esperança e uma oportunidade da Campos Valley colocar em prática nossa missão de promover conexões entre as pessoas e incentivar o compartilhamento de conhecimento com o objetivo de contribuir para a sociedade. O objetivo do evento é a integração de conhecimento das mais diversas áreas para a elaboração de propostas inovadoras que mesmo durante o evento já possam começar a auxiliar nas dificuldades do cenário atual, e que possam continuar a evoluir, se adaptando aos novos cenários e ao mundo pós-pandemia, continuando a gerar benefício para a sociedade mesmo após o fim do evento”, aponta o Community Leader da Campos Valley, João Vitor Martins dos Santos.

Serão selecionados quatro primeiros lugares, uma para cada área, mas o objetivo deste desafio não é encontrar vencedores. É unir pessoas e aproximá-las para trabalhar juntas e desenvolver soluções que sejam impactantes e viáveis. Os selecionados pela banca de jurados ganharão consultorias junto aos órgãos parceiros e de apoio.

Inscrições

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até o dia 11 de maio pelo site https://www.sympla.com.br/hackathon-vida__839713. O Hackathon Vida é uma iniciativa promovida pela Prefeitura de Ponta Grossa, a comunidade de startup Campos Valley e Universidade Estadual de Ponta Grossa, com apoio da Agência ADE, Cooperativa Sicredi, Trizy e Sindimadeira. (Com assessoria)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts