Destaques TV Doc

Chefe da 3ª Regional de Saúde expõe situação da Covid-19 na região

Na tarde desta quarta-feira (15), o chefe da 3ª Regional de Saúde de Ponta Grossa, Robson Xavier, concedeu uma entrevista na redação do Doc.com, ao jornalista Eduardo Farias, sobre o tema coronavírus. Xavier abordou sobre os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no estado do Paraná e na região dos Campos Gerais, falou sobre outras epidemias que também atingem o Estado, sobre o Sistema Único de Saúde (SUS), e alertou a importância de tomar as medidas de prevenção.

Unidade de Terapia Intensiva

A região dos Campos Gerais conta com 25 leitos clínicos e 10 UTIs, no Hospital Regional, além das 20 novas UTIs que serão abertas; 5 leitos de UTIs no Hospital Cruz Vermelha de Castro; e a Secretaria do Estado da Saúde junto ao município de Ponta Grossa vão colocar mais 10 leitos de UTIs no Hospital Bom Jesus, que já conta com 35 leitos clínicos.

Mesmo que o Paraná conte com 930 leitos de UTI, o chefe da 3ª Regional da Saúde relatou que o Paraná sofre também com a epidemia de dengue. Este ano a Secretaria da Saúde do estado já notificou 100 mortes e cerca de 100 mil casos. Além disso,  4 casos confirmados de Gripe Influenza A (H1N1), sendo que destes, 2 foram levados a óbito. Portanto, Xavier ressaltou que, por mais que exista 417 leitos exclusivos para pacientes com coronavírus, outras doenças podem precisar acessar as UTIs, o que pode resultar na incapacidade de atender todos.

Pacientes com Covid-19 e UTIs

Segundo os dados da Secretaria da Saúde do Paraná, Xavier relatou que o vírus é letal para 4,6 de cada 100 pessoas que contraem. Outro número, é que 5% dos infectados precisam de internamento em UTI, e cerca de 80% a 85% precisam de internamento clínico. Aqueles que precisam das UTIs são os pacientes que se encontram no estado mais avançado da doença.

Importância do SUS

Durante a entrevista, Robson alertou sobre a importância do SUS no contexto do coronavírus.

“O que faz a diferença é o Sistema Único de Saúde. Mesmo dentro de suas limitações, ele responde á esta pandemia. Precisamos valorizar ele”, afirma.

O chefe da Terceira Regional de Saúde, também enfatizou sobre a importância dos profissionais da saúde neste momentos, arriscando suas vidas pela sociedade. E fez um apelo para que a população adote as medidas de prevenção.

Confira a entrevista na integra na TV Doc.

Foto: Diego Farias\Doc.com

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts