Ponta Grossa

Feira do Peixe 2020 acontece na segunda semana de abril em PG

A 17ª Feira do Peixe de Ponta Grossa já tem data certa para acontecer: será entre 7 e 12 de abril, em frente à Estação Saudade. O período escolhido para a realização do evento coincide com o da Semana Santa, celebrada entre os católicos mundialmente.

Para a edição de 2020, a venda dos peixes vivos ocorrerá entre os dias 7 e 10. No sábado (11) e no domingo, porém, o evento continua com o funcionamento da praça de alimentação e com a comercialização dos pescados no gelo.

A definição da data e os detalhes do evento são debatidos desde o começo do mês, em reuniões entre a Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento da Prefeitura de Ponta Grossa (SMAPA), o Núcleo de Alimentação para Eventos (NAPES) e os piscicultores que participarão da feira. A última conversa em que alguns detalhes foram acertados aconteceu na tarde de segunda-feira (9). Nas próximas semanas, outras reuniões devem acontecer para definir os últimos preparativos e debater as novidades para este ano.

Preço fixo de R$ 15,00

Neste ano, as espécies de peixes que serão comercializados são tilápia, pacu, bagres e carpa. Cada unidade terá um preço fixo de R$ 15,00 durante a feira. Dois produtores de peixes vivos do município já estão com a participação confirmada na edição de 2020, o representante do Rancho Paraíso, Bruno Slompo; e o da Chácara Schneider, João Alcione Sobrinho.

Esta é a segunda vez que João Alcione participará da feira, como produtor e comerciante. Ele ressalta que está com expectativas acerca do evento e que pretende vender mais peixes do que quando participou pela primeira vez. “A minha expectativa como piscicultor é de ultrapassar 7 toneladas de peixes vendidos e que eu consiga tirar um lucro do meu investimento. Neste ano estamos espero que os pescados vivos atraiam o consumidor, já que o gosto do peixe fresco é melhor do que os congelados”, destaca o piscicultor.

A Feira do Peixe é uma realização da SMAPA, em parceria com o NAPES e os piscicultores. “Com a estrutura que estamos pensando para este ano, esperamos que mais pessoas visitem e comprem os peixes. Esse tipo de evento fomenta a produção familiar e incentiva os produtores a continuarem trabalhando e vendendo seus produtos”, ressalta Bruno. (Com assessoria)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts