Neste sábado (25), a Choperia Baviera será palco de estreia da turnê e lançamento do novo CD e DVD da big band curitibana. “Quem estiver neste show do Baviera terá uma oportunidade única. Estamos lançando nosso mais novo CD e DVD, gravado em Curitiba.” Fabiano Cordoni (47), baixista, e um dos fundadores da Big Time Orchestra, concedeu entrevista nesta segunda-feira (20), adiantou um pouco do que o público vai encontrar no show deste sábado (25) em Ponta Grossa, e sobre planos e projetos do grupo para 2020. Confira:

Assessoria Baviera: São alguns anos tocando periodicamente no Baviera e, ao mesmo tempo, foram anos nos quais a banda evoluiu muito artisticamente.
Como vocês explicam essa regularidade de shows por aqui, mesmo tendo alcançado objetivos tão grandes nesse mesmo período?

Fabiano Cordoni: Felizmente a banda cresceu bastante. Temos tocado em todo o Brasil e fora dele também. O programa Superstar da Rede Globo, no qual fomos finalistas, ajudou muito, além dos 08 CDs e 04 DVDs lançados. Nós temos um carinho especial por algumas casas noturnas pelo Brasil, como o Bourbon Street (São Paulo-SP), o MPB (Maringá-PR), John Bull (Florianópolis-SC) e o Baviera (Ponta Grossa-PR). São casas que acolheram a gente antes do sucesso e, fazemos questão de tocar regularmente nelas. Fazem parte da nossa história!

AB: A Big Time Orchestra já fez seis apresentações no Baviera, neste sábado será a sétima. Você se lembra de que forma o público participou e reagiu nos shows de vocês?

FC: O público que vai ao Baviera gosta de se divertir, isso que nós sentimos nas ocasiões. Uma gente feliz, que curte boa música e uma boa balada. Com isso, a possibilidade de sempre realizarmos excelentes shows é muito grande. A participação do público é importantíssima. Somos irreverentes: a interação de quem está na plateia, com a gente que está no palco, sempre acontece de maneira natural e divertida. Aí estão os pontos altos dos shows!

AB: Teremos algo novo para o show deste sábado? O que podemos esperar da apresentação da Big Time Orchestra?

FC: Estamos lançando nosso mais novo CD e DVD gravado em Curitiba. Teremos algumas músicas inéditas que guardamos para o lançamento na turnê. Quem for ao Baviera neste sábado terá uma oportunidade única. Vale a pena conferir, será um grande show, com gás total e energias renovadas.

AB: Sabemos que vocês estão realizando um projeto de relevância social, levando os shows da Big Time para as escolas municipais de Curitiba. Como funciona? Existem planos de levar esta ação para outras cidades do estado e do país?

FC: Fizemos um projeto muito bacana através da Fundação Cultural de Curitiba e tivemos o apoio da Serra Verde Express, da Higi Serv e da BWT Operadora de Turismo para a realização. Foram 20 shows em escolas da rede municipal de Curitiba, com alto risco social e escolas para pessoas especiais. Foi sensacional, muito gratificante! Esperamos ampliar e fazer em mais escolas de Curitiba e expandir para outros municípios do Paraná e do Brasil.

Big Time, de lá pra cá

Conhecida como “A Big Band mais amada do Brasil”, a Big Time Orchestra fará a sua sétima apresentação no Baviera, em Ponta Grossa. Desde 2015, ano que foram revelados nacionalmente pelo programa Superstar (Rede Globo), o grupo se apresenta por aqui ao menos uma vez por ano – em determinados anos (2017 / 2018), fizeram duas apresentações.

Com treze anos de carreira, a Big Time está renovada e reformulada. No auge da “adolescência”, porém com surpreendente maturidade artístico-musical, traz consigo grandes conquistas armazenadas ao longo da jornada, de 2007 a 2020. São 06 CDs e 04 DVDs, parte deles gravados nos Estados Unidos. Mais de 1.500 shows realizados no Brasil, EUA, países da América do Sul e Europa, além de turnês pelo Japão. Ao todo, 900 cidades, 500 eventos corporativos e 700 eventos sociais. Com o pé na estrada, os integrantes do grupo já “rodaram” 600 mil quilômetros pelo mundo.

Recentemente, meados de 2019 na capital do estado, iniciaram o projeto “Big Time nas escolas”. O objetivo é o de favorecer acesso à cultura e musica de qualidade, através das apresentações didático-musicais do grupo. Já se tocaram em aproximadamente 20 escolas municipais. Com isso, crianças e adolescentes que estudam em escolas da rede pública, localizadas nas regiões consideradas vulneráveis do Município de Curitiba, são “provocadas” ao aprendizado e à prática da música.

“Incentivando a formação de novos talentos” – é a frase usada como slogan do projeto que é realização da Big Time Orchestra e incentivo do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, da Fundação Cultural de Curitiba e da Prefeitura Municipal de Curitiba. (Com assessoria)

Confira outros Posts