Destaques TV Doc

Prefeitura finaliza projeto para doação de área ao Instituto Federal do Paraná

A Prefeitura de Ponta Grossa, através da Procuradoria Geral do Município e da Secretaria de Governo, finalizou esta semana a elaboração do projeto de lei para doação de área ao Instituto Federal do Paraná (IFPR), que deve iniciar as atividades em Ponta Grossa e edificar um campus no Município a partir do próximo ano. O PL foi assinado nesta quarta-feira (27) pelo prefeito Marcelo Rangel, em encontro com representantes do IFPR. O projeto deve ser encaminhado à Câmara ainda esta semana, para votação em regime de urgência.

“Com este projeto de lei, damos mais um passo para que Ponta Grossa seja uma das cidades contempladas com um campus do Instituto Federal do Paraná, que junto com as universidades UTFPR e UEPG vai transformar nosso município realmente na cidade do conhecimento e inovação, com um grande centro profissional e tecnológico”, comemorou o prefeito.

O projeto de lei foi assinado em encontro na Secretaria de Estado da Educação e Esporte, juntamente com o reitor do IFPR, Odacir Antonio Zanatta; com o pró-reitor de Planejamento e Desenvolvimento Institucional do IFPR, professor Paulo Tetuo Yamamoto; o Secretário de Estado da Educação e Esporte, Renato Feder; com o Secretário de Educação Profissional e Tecnológica (MEC), Ariosto Culau; e o Secretário de Estado da Insfraestrutura e Logística, Sandro Alex.

“Esse ato é de extrema importância não só para Ponta Grossa, mas para todo o Estado, porque faz parte de um projeto inovador, em que vamos unir três instituições de ensino para formarmos ali um grande centro tecnológico. Isso vai permitir que a gente leve educação pública de qualidade para a população, criando um celeiro para desenvolvimento de grandes projetos na área de inovação. Vamos começar com um centro de referência vinculado ao campus Curitiba e depois caminhar para a instalação efetiva do campus em Ponta Grossa”, detalha o reitor Zanatta.

Para instalação do IFPR em Ponta Grossa, UEPG e UTFPR concordaram em ceder parte de suas áreas na Cidade do Conhecimento e Inovação, de forma que cada instituição terá 50 mil metros quadrados para exercer suas atividades. (Com assessoria)

Clique e confira abaixo o vídeo sobre o assunto divulgado pelo prefeito Marcelo Rangel:

Confira outros Posts