Destaques

R$ 35 milhões: Rangel e Sandro Alex assinam abertura da licitação para obras no Aeroporto de PG

Nesta segunda-feira (28), o prefeito de Ponta Grossa, Marcelo Rangel, e o secretário de Indústria, Comércio e Qualificação Profissional (SMIQCP), José Loureiro, assinaram com o secretário Estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, a autorização para licitação do projeto do novo Aeroporto Sant’Ana, primeiro empreendimento público no Paraná que utilizará a metodologia BIM.

No início do mês de outubro, uma comitiva de autoridades paranaenses, liderada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior, se reuniu em Brasília com diretor de investimentos da Secretaria da Aviação Civil, órgão ligado ao Ministério da Infraestrutura, para tratar da ampliação e modernização do Aeroporto de Ponta Grossa. Na ocasião, foi entregue o projeto executivo, o plano de trabalho, além de todas as licenças para o início da obra, cujo orçamento está estimado em R$ 35 milhões.

De acordo com José Loureiro, o recurso será utilizado para a ampliação do terminal de passageiros, que deverá contar com o dobro do espaço atual, melhorias no estacionamento de veículos, ampliação do pátio de aeronaves, a construção de uma área de giro e de mais uma taxiway.

“A expectativa é que a licitação ocorra ainda este ano, para que logo na sequência as reformulações aconteçam para atendermos com mais qualidade e conforto todos os passageiros que frequentam nosso aeroporto. Além disso, com todas as alterações que serão realizadas, a perspectiva é de prospecção de novos voos e também novos destinos, já que teremos condições de receber aeronaves maiores”, explicou o secretário da SMICQP.

Para o prefeito Marcelo Rangel, trata-se da modernização de um espaço municipal que cada vez mais ganha destaque em relação a números e serviços prestados. “Ponta Grossa é a primeira cidade do Estado a utilizar a Modelagem da Informação da Construção (BIM), um moderno sistema em 3D para projetos que diminui custos de obra e garante maior transparência para os investimentos públicos. Com isso, o Município ganha, o Aeroporto ganha e todos os passageiros que utilizam o aeródromo também, pois ofereceremos maiores condições de uso e mais possibilidades de voos”, informou o gestor municipal. (Com assessoria)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts