Mais Notícias Política

Grupo de trabalho vai propor ações de apoio a projetos inovadores

No segundo dia de programação da Semana Paraná Inovador, que acontece no Palácio Iguaçu, em Curitiba, foi anunciada a criação de um grupo de trabalho que vai propor estratégicas de apoio do Estado a projetos inovadores. O grupo terá representantes do governo e da iniciativa privada e deverá atuar para conectar o Estado às iniciativas inovadoras do setor privado.

A medida foi anunciada durante diálogo que reuniu startups de impacto social e representantes do Governo para debater as influências do poder público nos ecossistemas de inovação. “O papel do governo é mostrar que o Paraná quer ouvir e aprender com as iniciativas, buscando formas eficientes de apoio”, afirmou o superintendente de Inovação, Henrique Domakoski.

No palco, o coordenador de Ciência e Tecnologia da Superintendência de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Paulo Parreira; o empresário Beto Madalosso; a presidente da Aliança Empreendedora, Lina Useche, e a sócia-fundadora da Youngers, Giovana Conti, dialogaram com a plateia sobre o papel do poder público no incentivo e fomento para as iniciativas privadas.

Impacto social

Startups de diferentes áreas apresentaram seus projetos com foco nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável propostos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Entre elas estavam ações em áreas ambiental, de saúde, inclusão social e mobilidade urbana.

“Temos a missão de transformar a vida dos paranaenses com a inovação social. É possível identificar que o Paraná, representado pelas staturps, tem um potencial gigantesco de soluções para as demandas sociais”, afirmou Paulo Parreira.

A presidente da Aliança Empreendedora Lina Useche destacou a importância das pessoas se identificarem como empreendedoras para que possam alavancar seus negócios.

O fundador da startup curitibana VeeVer, João Pedro Novochadlo, apresentou o aplicativo que ajuda pessoas com deficiência visual a se localizarem pela cidade. O aplicativo foi escolhido para participar do Rock in Rio e permitiu que pessoas cegas pudessem usufruir de toda a infraestrutura do festival de música.

“A inovação tem que ser responsável por transformar a vida das pessoas, gerando novas oportunidades nas diferentes áreas”, afirmou a fundadora da Badu Design, Ariane Santos.

A startup capacita mulheres de baixa renda gerando itens de papelaria, moda e decoração, possibilitando geração de renda e melhora na qualidade de vida das participantes.

Pela iniciativa inovadora a empresa ganhou reconhecimento em diferentes prêmios que valorizam empreendimentos sociais, como o concurso Hora de Brilhar, da Unilever, e o Prêmio Acolher, da Natura.

Programação

A Semana Paraná Inovador segue até sábado (19) no Palácio Iguaçu, em Curitiba. Ainda nesta quarta-feira acontece o painel Mulheres Inovadoras. Com participação de lideranças femininas, o evento debaterá as redes de colaboração, dicas para se destacar no mercado e técnicas de influência digital. (Com assessoria)

Confira outros Posts