Nesta terça-feira (24), a Secretaria Municipal de Educação e a equipe da Justiça do Trabalho se reuniram no CMEI Dr. Gabriel Bacila para discutir as diretrizes do projeto de combate ao trabalho infantil, que será trabalhado como conteúdo curricular em 2020. O projeto busca a erradicação do trabalho infantil e estimula a aprendizagem.

A Justiça do Trabalho fornecerá uma cartilha chamada “Trabalho Infantil 50 perguntas e respostas”, que será utilizado em sala de aula pelas professoras para melhor explicar o tema para as crianças. Juntamente ao projeto será lançado um concurso de desenho com premiação para as crianças vencedoras.

Para a Desembargadora Presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região, Rosemarie Pimpão, o  objetivo do trabalho é o incentivo à aprendizagem. “Lugar de criança é na escola, aprendendo, brincando e sendo criança”, disse a desembargadora Rosimeire aos alunos. Estiveram presentes na ação a secretária municipal de Educação professora Esméria Saveli, o Prefeito Marcelo Rangel, membros da Justiça do Trabalho do Estado do Paraná, a direção das unidades e também os familiares do patrono do CMEI.

Na oportunidade os integrantes da Justiça do Trabalho visitaram a unidade do CMEI Dr. Gabriel Bassila, que está em processo de ampliação e também conheceram a Escola Municipal Shirlei Aggi Moura, que fica ao lado do CMEI. Durante a visita a professora Esméria e o Prefeito Marcelo Rangel puderam explicar o funcionamento da estrutura e do sistema pedagógico aplicado na Rede. (Com assessoria)

Confira outros Posts