Destaques

Mabel destina R$ 2 milhões para equipar Maternidade do HU-UEPG

Nesta quinta (19), a deputada estadual Mabel Canto destinou R$2 milhões para as obras da nova ala da Maternidade do Hospital Universitário da UEPG. A verba será utilizada para a compra de equipamentos e mobiliário do novo prédio, que deve ampliar a capacidade de atendimento às gestantes da região dos Campos Gerais.

O reitor da UEPG, professor Miguel Sanches Neto, ressalta o volume de atendimentos realizados pela maternidade do HU e a importância simbólica do investimento, vindo da primeira deputada mulher dos Campos Gerais. “A maternidade do HU é referência na região, por conta do número de partos e também pela qualidade do atendimento”, destaca o reitor.

Segundo o vice-reitor da UEPG, professor Everson Krum, a nova ala deve ampliar ainda a oferta de serviços na área ginecológica, além de obstetrícia. “Poderemos ofertar mais consultas especializadas na área de ginecologia e realizar mais procedimentos, além de oferecer mais uma residência médica em ginecologia e obstetrícia”, comemora o vice-reitor.

“Formar mais médicos nessa área também é uma maneira da universidade contribuir com a melhoria da vida das mulheres da região dos Campos Gerais”, complementa Sanches.

Para a deputada Mabel Canto, a destinação de verbas especificamente para a maternidade é importante, por atender a uma demanda das mulheres da região. “Ficamos honrados por poder contribuir com o Hospital Universitário e com as mulheres dos Campos Gerais”, reforça a parlamentar.

Sobre a obra

A Maternidade terá dois pavimentos em concreto armado, área de cerca de 1300 metros quadrados, 20 leitos em 10 quartos, sala para atendimento de emergência e consultórios obstétricos. Além disso, o HU continua a atender às gestantes nos leitos já existentes, centro obstétrico e pronto atendimento especializado integrado ao programa Rede Mãe Paranaense.

Além da edificação principal, está prevista uma ampliação de 481 metros quadrados de área para estacionamento. Toda a calçada de acesso ao HU será refeita para eliminar irregularidades, incluir novas rampas no meio fio e colocação de piso podotátil, para acessibilidade.

Maternidade HU

A maternidade do Hospital Universitário está em funcionamento desde julho de 2016, a partir da interrupção do atendimento materno-infantil até então disponibilizado pelo Hospital Evangélico. A maternidade conta com 41 leitos. Desde o início das atividades, foram cerca de 7500 nascimentos, e atualmente são realizados aproximadamente 8 partos por dia.

Como aponta o professor Everson, os indicadores de parto normal do HU são semelhantes aos de países de primeiro mundo. Dos cerca de 3000 partos realizados por ano no HU-UEPG, mais de 70% são partos normais. O baixo índice de cesáreas vem na contramão da média brasileira, que é a segunda maior do mundo: no país, 44% dos partos são cesáreas. Em alguns hospitais, este índice chega a 90%.

O Hospital Universitário possui a única maternidade da região que atende risco habitual e risco intermediário, obedecendo à classificação do programa Rede Mãe Paranaense. Além do Centro Obstétrico e da Maternidade, o HU conta ainda com um berçário para acolher as crianças que não possam ficar junto às mães nos quartos por indicação clínica, e 12 leitos de UTI Neonatal e Pediátrica, para as crianças que necessitam de tratamento intensivo.

Recursos

No início de setembro, o Ministério da Saúde efetuou mais uma parte do pagamento para a obra, a partir da indicação de uma emenda parlamentar individual, de R$ 4 milhões, do deputado federal Aliel Machado (PSB). O pagamento desta verba do Governo Federal é feito por etapa concluída. (Com assessoria)

Confira outros Posts