Destaques

Secretário garante 200 vagas para Restec em Engenharia e Gestão Ambiental

O Secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Paraná, Marcio Nunes, e o líder do governo na Assembleia Legislativa do Paraná, Hussein Bakri, acompanhados pelo Diretor do Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Everton Luiz da Costa Souza, anunciaram na quarta-feira (17) na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) a oferta de 200 vagas de Residência Técnica na segunda edição do curso de especialização em Engenharia e Gestão Ambiental.

Márcio Nunes enfatizou que a abertura de novas turmas, e vagas, é indispensável para a continuidade nas atividades dos residentes ambientais em todo o Estado. “Desde que assumimos a Secretaria soubemos da importância deste convênio de residência técnica. Além disso, na residência, os recém-formados entram em contato com a realidade de mercado”, afirma o Secretário.

As 200 vagas serão ocupadas por recém-formados em engenharia ambiental, engenharia química, engenharia civil ou arquitetura, geologia, biologia e direito. O teste seletivo para ocupação das vagas será organizado pela Coordenadoria de Processos de Seleção da UEPG e acontecerá no dia 6 de outubro. O lançamento do edital está previsto para 15 de agosto. “Ofertaremos as vagas para o curso de Residência Técnica em Gestão Pública no mesmo processo de seleção”, antecipou Edson Luis Marchinski, coordenador da CPS.

Necessidade

O diretor do IAP, Everton Souza, destacou que toda a justificativa da necessidade do concurso sensibilizou o governo do Estado e o Secretário Márcio Nunes, que atuaram na busca dos recursos e adequação da documentação necessária. “Os residentes técnicos são essenciais também porque, além de contribuírem para as atividades do IAP, trazem inovações para o corpo técnico”, complementa o diretor.

“O Restec é um curso de especialização, porém é uma oportunidade de primeiro emprego em que o recém-formado pode construir o início da sua carreira”, reiterou o reitor Miguel Sanches Neto.

Recursos do Fundo

Paulino Heitor Mexia, Assessor Técnico do Instituto Ambiental do Paraná, afirma que os recursos para esta edição do curso devem ser aprovados nos próximos dias pelo Fundo Estadual do Meio Ambiente. “Dependemos também da aprovação da Nova Lei da Residência Técnica, que está sendo alterada” , complementou Mexia.

A primeira oferta do curso foi realizada pelo Departamento de Engenharia Civil sob a coordenação dos professores Marcos Rogério Széliga e Lucio Marcos De Geus, que também participaram da reunião e coordenarão a segunda edição.

O vice-reitor, Everson Krum, recebeu os representantes do Governo do Estado e conduziu a reunião de oficialização do concurso. O chefe de Gabinete da Prefeitura de Ponta Grossa, Alessandro Lozza de Moraes, acompanhou a comitiva representando o Prefeito Municipal, Marcelo Rangel. Integrantes da gestão da UEPG, pró-reitores, diretores e prefeito do campus também estiveram no evento. (Com assessoria)

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail, website ou empresa não serão publicados.

Confira outros Posts