Política

Aliel propõe ampliar participação das mulheres no Esporte

O deputado federal Aliel Machado (PSB) apresentou nesta quarta-feira (03), na Câmara dos Deputados, um Projeto de Lei (3856/19) para estabelecer presença mínima de 30% de mulheres nos cargos de direção nas entidades beneficiadas por incentivos previstos na Lei de Incentivo ao Esporte. O projeto propõe alterar o artigo 2º da Lei.

De acordo com o PL, somente serão beneficiados com os incentivos previstos na lei os proponentes que assegurem a existência e a autonomia do seu conselho fiscal e a presença mínima de trinta por cento de mulheres nos cargos de direção.

Para o parlamentar, a discussão surge da necessidade de se reduzir o desequilíbrio entre homens e mulheres na participação diretiva de entidades desportivas em cargos de gestão, seguindo a tendência das grandes empresas nacionais e internacionais e em consonância com os “Princípios de Empoderamento das Mulheres”, criado pela ONU Mulheres e o Pacto Global, que são um conjunto de considerações que ajudam a comunidade empresarial a incorporar em seus negócios valores e práticas que visem à equidade de gênero.

“É inegável que o universo esportivo é historicamente dominado pelos homens, tendo sido, inclusive, vedado a participação de mulheres. Além disso, a prática de exercícios físicos por mulheres no país é 40% inferior aos homens, tornando claro que o cenário esportivo enfrenta muita desigualdade de gênero, o que pode ser explicado pelo pouco acesso ao lazer devido às tarefas domésticas, falta de segurança, o preconceito, a falta de incentivo nas escolas”, aponta Aliel.

Usando, também como referência, os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016, 127 associados da Sociedade Nacional de Fisioterapia Esportiva e da Atividade Física (SONAFE) trabalharam como voluntários, sendo que apenas 25 eram mulheres. Entidades como o Comitê Olímpico Internacional (COI) e a Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) também já se posicionaram sobre o assunto, sugerindo a criação de estratégias para incentivar os recursos e a participação de mulheres no esporte.

Futebol Feminino

Aliel também protocolou requerimento junto à Comissão de Esporte para a convocação de audiência pública, na Câmara dos Deputados, para debater a participação da Seleção Feminina de Futebol no mundial da França e o futuro da modalidade no país.

Entre os convidados sugeridos estão atletas, dirigentes e repórteres que representam as mulheres.

“O que as meninas fizeram na Copa do Mundo da França foi muito relevante. Elas mostraram garra, amor á camisa do Brasil e, acima de tudo, a força das mulheres. Mas, para melhorarmos os resultados, precisamos de investimento e planejamento. Por isso propus essa discussão na Câmara. Precisamos inovar e encontrar caminhos”, revelou Aliel. (Com assessoria)

Confira outros Posts