Destaques Política

Sandro e Bakri anunciam entrada da BR-476 no Anel de Integração

Após reunião em Brasília na última semana, o Secretário Estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex, revelou que a BR-476 – entre União da Vitória e Curitiba – será incluída no novo Anel de Integração das rodovias do Paraná. O anúncio foi feito ao lado do deputado estadual Hussein Bakri (PSD), durante vistoria a obras no município, na última sexta-feira (14). O trecho também será duplicado e revitalizado já a partir do ano que vem, atendendo a um antigo clamor de moradores e empresários de todo o Sul do Estado.

“Esse era um pleito da sociedade civil organizada da região, que me encaminhou um documento assinado por diversas entidades. Entre as reivindicações, a recuperação da BR-476 estava no topo da lista, devido à grande importância que tem para o escoamento de produtos”, afirmou Hussein Bakri, que é Líder do Governo Ratinho Junior (PSD) e representante do Sul do Paraná na Assembleia Legislativa.

Os atuais contratos do pedágio no Paraná foram assinados em 1997 e vencem em novembro de 2021. Desde janeiro, a atual gestão estadual vem discutindo com o Governo Federal um redesenho desse modelo, que garanta obras e tarifas pelo menos 50% mais baratas.

Novo anel

Na última terça-feira (11), Ratinho Junior e Sandro Alex acordaram com o Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, que o novo Anel de Integração passará dos atuais 2,6 mil quilômetros de estradas para 4,1 mil quilômetros, nos quais estará incluída a BR-476. Além disso, para permitir a duplicação e revitalização da rodovia mais rapidamente, a União vai antecipar a concessão do trecho já para 2020, permitindo o início das obras com antecedência.

“O deputado Hussein Bakri me fez esse pedido e eu levei a preocupação dele até Brasília. De pronto, fomos atendidos pelo Ministro Tarcísio, que tem sido um parceiro do nosso Governo. Faremos da 476 um corredor de exportação, que vai trazer desenvolvimento a todo o Sul do Estado”, declarou Sandro Alex. Ele ressaltou a importância do trecho como elo entre Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, por onde passam diariamente cerca de 15 mil veículos.

Desenvolvimento regional

A inclusão de pelo menos mais mil quilômetros no novo Anel de Integração tem o objetivo de promover uma integração mais efetiva da malha rodoviária paranaense e garantir o desenvolvimento regional para além das cidades-polo do Estado. Essa capilaridade maior vai criar corredores de escoamento de safra e produção industrial, inclusive ampliando a ligação com os estados de Santa Catarina, São Paulo e Mato Grosso do Sul.

“É preciso ressaltar também que os novos contratos serão pautados pela transparência, lisura, probidade, para que nunca mais aconteça no Paraná o que a Justiça e o Ministério Público infelizmente encontraram no nosso pedágio ao longo dos últimos 20 anos”, defendeu Sandro Alex. (Com assessoria)

Confira outros Posts