O prefeito Marcelo Rangel e o deputado Sandro Alex, hoje secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, entregaram à comunidade do Jardim Shangrilá mais um campo público de futebol society do Projeto “Nosso Campinho”.

Num ambiente de muita descontração a programação foi aberta com as crianças chutando bolas para o gol defendido pelo prefeito, que assim inaugurou o campo dotado de gramado sintético, alambrado e iluminação. “Em Ponta Grossa, crianças, jovens e adultos podem desfrutar de campos com condições antes encontradas apenas em campos particulares ou clubes sociais, um programa que serve de exemplo e certamente vai revelar novos talentos para o futebol, além de contribuir para a formação de melhores cidadãos”, enfatizou Rangel.

O campo leva o nome Olívio Romão de Souza, que foi presidente da Associação de Moradores e um dos grandes incentivadores do Jardim Shangrilá, com a sua viúva, Vilma, representando a família. Prestigiaram a cerimônia a vice-prefeita Elizabeth Schmidt, secretários municipais e presidentes de autarquias, o vereador Divo Antunes, o presidente da Associação de Moradores do Jardim Shangrilá, Jeferson de Quadros, e membros da comunidade.

Investimentos

Para Rangel, o momento é extremamente positivo para Ponta Grossa, com o Orçamento Municipal chegando à casa de 1,1 bilhão de reais em 2020, possibilitando aumento significativo do investimento em obras de infraestrutura, com a construção de escolas, postos de saúde e benfeitorias para a comunidade.

“Os campos de futebol society fazem parte deste esforço para a melhoria das condições dos bairros, já temos mais de trinta unidades entregues ou em fase de implantação e esperamos fechar 2020 com quarenta, atendendo todas as regiões da cidade”, destacou o prefeito.

Qualidade

Sandro Alex afirmou que os moradores dos bairros ponta-grossenses têm a condição de utilizar gratuitamente campos públicos de alta qualidade, o que antes era privilégio de quem podia pagar a mensalidade de clubes sociais ou o aluguel de campos particulares. “Vamos fechar o ano com um campo entregue a cada 60 dias em média, uma marca espetacular que tem reflexo direto na melhoria da qualidade de vida”, completou.

O secretário Marco Macedo, dos Esportes do Município, falou da possibilidade de implantar unidades do Projeto “Escola da Bola” em parceria com as divisões de base do Operário Ferroviário. “Mas é importante que a comunidade preserve estes espaços, coibindo o vandalismo, este espaço é de todos e precisa ser cuidado para que possamos ampliar os benefícios”, finalizou o dirigente.

Além dos campos de futebol society, Ponta Grossa conta com as arenas dotadas de campos de grama sintética, alambrado, arquibancadas, iluminação noturna e contêineres que servem de vestiário, fruto de parceria com o Governo do Estado e que estão instaladas no Complexo Ambiental Governador Manoel Ribas; em Oficinas, na área da Arena do Voleibol Ponta-grossense; nas vilas Cristina e Hilgemberg; e no Núcleo Santa Mônica. A quinta arena está em construção e vai beneficiar os moradores dos núcleos 31 de Março e Rio Verde, na região de Uvaranas. (Com assessoria)

Confira outros Posts