Política TV Doc

País precisa da Reforma da Previdência, mas esse texto é uma crueldade com os mais pobres, diz Aliel

O deputado federal Aliel Machado (PSB) tem participado de forma ativa do debate acerca da proposta da Reforma da Previdência apresentada pelo Governo Bolsonaro. Tem percorrido municípios em audiências públicas e integra a Comissão Especial da Câmara responsável pela análise da matéria.

Na quinta-feira (9), o parlamentar participou de audiência pública na UEPG, realizada pelo curso de Direito, para explanar sobre o tema, com grande participação da comunidade acadêmica. Nesta sexta-feira (10), em entrevista ao Doc.com, o deputado expõe os pontos que considera benéficos e também os que acredita serem maléficos da proposta.

Para ele, porém, os pontos negativos são em maior número e bastante preocupantes. Ele aponta exemplos de perdas no valor das aposentadorias de quem ganha até dois salários mínimos, assim como a redução pela metade no pagamento do benefício para cônjuges no caso de falecimento e o fim o PIS para cerca de 21 milhões de trabalhadores. Cita ainda que o texto da reforma impede que uma pessoa já aposentada continue trabalhando. Fato que, conforme ele, levará ao desligamento de mais de mil servidores da Prefeitura de Ponta Grossa.

Como pontos positivos ele cita as mudanças nas alíquotas de contribuição de acordo com o rendimento da pessoa e a ampliação do tempo de contribuição e de idade para servidor que não trabalhe em ambiente insalubre. Aliel frisa ainda que não faz parte do sistema de previdência voltado aos deputados, integrando o sistema geral do INSS.

Clique e confira a entrevista:

Mais conteúdo no nosso Canal no YouTube.

Confira outros Posts