Destaques

Escola no Cará-Cará viabiliza projeto de nova área de lazer

Na tarde de sexta-feira (26) a Escola Municipal Deodoro Alves Quintiliano, localizada no bairro Cará-Cará, reuniu a diretora da escola, professores, alunos e pais para um importante encontro no Gabinete da Prefeitura de Ponta Grossa. O objetivo era apresentar uma proposta de área de lazer para o bairro, elaborada pela própria comunidade, que apresentou um novo projeto para a praça e também fotos dos trabalhos desenvolvidos com os alunos sobre patrimônio. Com base nas atividades, o projeto técnico foi finalizado pelo Curso de Urbanismo do Cescage.

Os representantes da escola e da comunidade expuseram o pedido para a vice-prefeita, professora Elizabeth Schmidt, para o chefe de Gabinete do Prefeito, Alessandro Lozza Pereira de Morais, a chefe do Departamento de Educação da SME, Professora Simone Neves e a vereadora Professora Rose.

A ideia surgiu a partir da elaboração de um questionário sobre a escola e o bairro, que foi enviado aos pais em fevereiro de 2018, tendo em vista melhorias para a comunidade. Os resultados trouxeram preocupações sobre o vandalismo na escola nos fins de semana e a possibilidade de ampliar as opções de lazer no bairro.

A diretora Giovane do Rocio Antoniacomi, a partir dos levantamentos, iniciou um trabalho sobre como essa realidade poderia ser modificada. “Buscamos espaços que tivessem potencial para serem transformados nessa praça e também parcerias que pudessem tornar isso possível”, relata a professora que está à frente da proposta.

O projeto elaborado propõe espaço de playground, pista de caminhadas, quadra de society e quadra de vôlei, além de quiosques e banheiros públicos. Entre as falas no encontro, as crianças expressaram a necessidade de possuir um local para lazer. “Não temos um lugar para brincar, então nossa saída é brincar na rua” conta Marlon Giovane Fernandes, estudante do 3º ano da escola.

A partir de agora serão realizados os trâmites para viabilizar as melhorias. “Esta ideia não só trará benefícios para escola, como também para toda a comunidade. Essa participação da comunidade é fundamental”, disse Alessandro Lozza. (Com assessoria)

Confira outros Posts