Ponta Grossa

AEAPG apresenta projeto do Plano Diretor e Mobilidade Urbana a vereadores

A diretoria da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ponta Grossa (AEAPG) recebeu representantes do Legislativo para mostrar o projeto do Plano Diretor e do Plano de Mobilidade Urbana, que será enviado para aprovação da Câmara Municipal nos próximos dias. O encontro aconteceu durante reunião ordinária da Associação, na noite de quarta-feira (13).

De acordo com o presidente da AEAPG, Rafael Gustavo Mansani, a presença dos vereadores é de suma importância para esclarecer aos parlamentares o resultado do trabalho desenvolvido ao longo dos últimos meses pela Urbtec Engenharia, Planejamento e Consultoria, com a contribuição da Associação e de toda a sociedade. “Queremos deixá-los mais tranquilos em relação ao planejamento, que passou por nossas vistas, e mais confortáveis para votar num plano que atenda as diretrizes da nossa cidade”, destacou.

“É uma honra para nós estarmos aqui, participando de uma reunião que contribui com o planejamento de Ponta Grossa. Viemos para escutá-los. Nós sabemos que temos um pleito muito grande que vai à Câmera, que é o debate do Plano Diretor, e todos temos uma preocupação imensa para que este Plano tenha um gerenciamento correto das adaptações das construções da cidade. Estamos aqui para auxiliá-los no que for necessário”, disse o presidente da Câmara Municipal, Daniel Milla Fraccaro, que esteve no local juntamente com os vereadores Vinicius Camargo e Mingo Menezes.

A Associação foi uma das entidades que participou e contribuiu com todas as reuniões, oficinas técnicas e audiências públicas, que foram realizadas para elaborar tal planejamento, que definirá ações para a cidade para os próximos 10 anos.

Ontem, inclusive, um pouco antes do encontro na AEAPG, um dos diretores acompanhou a última audiência pública sobre o Plano Diretor, que aconteceu em outro local. “Ouvi toda a explanação e apresentação das leis e acredito que será um trabalho muito importante do legislativo, que irá além de aprovar o Plano, pois são mais de 20 leis para serem aprovadas e acompanhadas. Mas o que avalio deste plano é que contem dispositivos mais modernos, mais sincronizados com o que há de mais atual em planejamento urbano, e que pode ser aplicado em nossa cidade, beneficiando nossa futura qualidade de vida”, considerou o diretor Fábio Wilson Dias.

Para o presidente da AEAPG “muitas das demandas da Associação foram atendidas em relação a revisão das alturas, do zoneamento e demandas nossas como construtores e engenheiros. Será apresentado um plano que deverá atender, senão na totalidade, mas parte dos nossos anseios”, proferiu Mansani.

Na próxima quarta-feira (20), a entidade receberá o Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Ponta Grossa (IPLAN). “O IPLAN esteve estudando a última fase do Plano Diretor. Então será feita uma explanação de todo o trabalho que desenvolveu”, finalizou. (Com assessoria)

Confira outros Posts